- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 15 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Pará registra 67% de redução nos alertas de desmatamento

Mais Lidas

O Estado do Pará registrou 67% de redução nos alertas de desmatamento no mês de abril de 2024, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) são do Deter, o Sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real.

Em abril deste ano, o Pará registrou 28 km² de área recoberta por alertas de desmatamento, o que representa uma redução de 67% em relação ao mesmo período de 2023, quando foram registrados 86 km². Em área, essa redução foi de 58 km².

O valor registrado em abril deste ano é o menor em toda a série histórica (2019-2024). No ano de 2019, foram 38 km². A área atual também é 90% menor que o registrado em 2022, quando a área recoberta por alertas de desmatamento foi de 291 km².

“Chegamos a mais uma redução significativa nos alertas de desmatamento no Pará. 67% de redução reflete o nosso compromisso, no Governo do Pará, na Semas, com a preservação ambiental e a adoção de medidas eficazes para combater práticas ilegais que ameaçam nossas florestas e ecossistemas. Continuaremos trabalhando incansavelmente para manter essa tendência positiva e proteger nosso patrimônio natural”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará, Mauro O’ de Almeida.

Maior redução da Amazônia Legal

No Brasil, o Estado do Pará foi o estado que mais contribuiu com a redução do desmatamento na Amazônia Legal no período de agosto de 2023 a abril de 2024. A redução total foi de 3.291 km² e o Estado contribuiu com 33% da redução (1.074 km²). A segunda maior contribuição foi do Estado do Amazonas, com 23% (754 km²), seguido do estado do Mato Grosso com 22% (716 km²).

Em toda a Amazônia Legal, a área recoberta por alertas no mês de abril foi de 174 km², representando uma redução de 47% em relação ao mesmo período de 2023, quando foram registrados 329 km². Em área, a redução é de 155 km².

O Pará entregou a segunda maior contribuição para esta redução, com 37% dos 155 km², ou 58 km² de área. O Amazonas contribuiu com 41% (64 km²).

No acumulado, que vai de agosto de 2023 a abril de 2024, a área recoberta por alertas de desmatamento no Pará é de 1.072 km². Este número é 50% menor que o registrado no mesmo período do ano anterior quando a área foi de 2.145 km². A queda equivale a 1.074 km².

Decreto de Emergência Ambiental

Considerando os 15 municípios do Decreto Estadual Nº 2.887, 07/02/2023 que “Declara Estado de Emergência Ambiental” em Altamira, Anapu, São Félix do Xingu, Pacajá, Novo Progresso, Itaituba, Portel, Senador José Porfírio, Novo Repartimento, Uruará, Rurópolis, Placas, Trairão, Jacareacanga e Medicilândia, no mês de abril deste ano, a área recoberta por alertas de desmatamento é de 12,63 km². Em 2023 a área foi de 56 km², uma redução de 77%. Em área absoluta a redução equivale a 43,19 km².

No período de agosto de 2023 a abril de 2024, a área recoberta por alertas de desmatamento é de 506,92 km², enquanto que no mesmo período do ano anterior a área foi de 1.529 km². A redução é de 67%, o equivalente a 1.021,70 km2.

Houve redução em todos os municípios, especialmente em Portel, Altamira e São Félix do Xingu, com diminuição em área de 170,96; 153,08 e 146,27 km², respectivamente.

No ano passado, o Estado do Pará registrou área desmatada de 2.145 km², com participação de 71% destes municípios. Em 2024, a área estadual é de 1.072 km² e a participação deles é de 47%.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias