- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 25 / fevereiro / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

PARAUAPEBAS: Mirantes Flor de Carajás e Vale do Rio Azul buscam consolidar o turismo ecológico

Mais Lidas

Os atrativos da Floresta Nacional de Carajás (Flonaca) fazem parte da estratégia de consolidar o turismo ecológico e o uso público como alternativa econômica em Parauapebas. Na comemoração de 26 anos da Flonaca teve bolo, parabéns pra você e a inauguração dos mirantes Flor de Carajás e Vale do Rio Azul, na última sexta-feira, 2.

“Essa foi a primeira oportunidade que eu tive de vir aqui e foi extraordinário. É uma coisa que a gente não sabe nem explicar, tamanha emoção que eu tive em relação a este lugar. Eu não imaginava que fosse desta desta forma, essa natureza tão bela” descreve Noêmia Rodrigues, professora.

Para quem ainda não fez o passeio, ela deixa um recado. “Venha conhecer que, com certeza, você não vai ficar decepcionado. Quem vem aqui, leva boas lembranças”.

Representantes da Prefeitura de Parauapebas e do ICMBio aproveitaram o momento para discutir sobre o turismo na região. “Em 2021, nós viemos aqui a primeira vez, ainda quase que desbravando esse lugar, andando por dentro do mato e, agora, nós temos a oportunidade de vir numa trilha organizada e segura e que está à disposição do nosso povo. Além de você conhecer esses grandes atrativos, você vai passar pela mina de Carajás. Então, está tudo muito bem desenhado para o futuro”, comenta o prefeito Darci Lermen.

A Rota Carajás possui 32 atrativos turísticos e atividades para uma programação de até sete dias. A visitação também permite observar espécies únicas da nossa região, como a Flor de Carajás.

De acordo com o ICMBio, estão previstas outras novidades ao longo de 2024. “Hoje nós estamos com 47 condutores cadastrados. São famílias que já estão tendo renda a partir do turismo e a gente tem esse desafio de ampliar isso. A gente cria toda uma economia local, gerando renda pra sociedade e preservando a floresta”, explica André Luís Vieira do ICMBio Carajás.

Quem tiver interesse em visitar a Rota Carajás, pode entrar em contato com os condutores cadastrados. Os contatos estão disponíveis aqui. (Morgana Albuquerque / Fotos: Morgana Albuquerque)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias