Connect with us

Bico do Papagaio

Pesquisa sobre juventudes rurais do Bico do Papagaio será lançada nesta quinta, 15

Publicado

em

Quais são os sonhos das juventudes em relação à sucessão do trabalho e a vida no campo? Jovens rurais do extremo norte do Tocantins conheceram mais da sua própria realidade através da participação e da construção do Diagnóstico das Juventudes Rurais do Bico do Papagaio. O resultado da pesquisa será lançada em um vídeo animado e uma cartilha, no próximo dia 15 de outubro, a partir das 19h, na internet no endereço: http://bit.ly/youtubeapato.

A agricultura é atividade principal no território do Bico do Papagaio. “Há muito tempo as organizações e os movimentos sociais do território têm a preocupação da sucessão rural. No trabalho com as juventudes, buscamos dados, mas o que conseguimos eram mais nacionais, não tínhamos informações da região. Então, achamos que era pertinente entender melhor as juventudes do Bico, o que estavam pensando, quais seus desafios. E isso motivou a fazer o diagnóstico”, explica Selma Yuki Ishii, coordenadora do projeto Juventude e Agroecologia em Rede, da organização Alternativas para a Pequena Agricultura no Tocantins (APA-TO).

O diagnóstico levantou e analisou informações relativas às condições e modos de vida das juventudes, com o objetivo de também encontrar lacunas e potencialidades para a construção de estratégias de ação para e com as juventudes rurais.  Participaram 245 adolescentes e jovens quebradeiras de coco babaçu, quilombolas, assentados e assentadas da reforma agrária, agricultores familiares e sem terra. Além de mães, pais e familiares dos jovens, professores da Escola Família Agrícola e lideranças de organizações e movimentos sociais e ligadas às juventudes. O trabalho coordenado pela APA-TO, o GT das Juventudes Rurais, a Rede Bico Agroecológico e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), com o apoio da agência de cooperação alemã Misereor.

Para Jorge Luis Roberto Lima, de 23 anos, do acampamento Padre Josimo, em Casco Bonito, o processo de construção do diagnóstico foi um grande aprendizado. “Com pesquisa a gente pode conhecer mais a realidade das outras juventudes porque cada território é uma experiência diferente. E percebemos que a gente tem algo muito em comum que é enfrentar as dificuldades aos acessos aos direitos e às políticas públicas”, afirma o jovem, que também é estudante de serviço social, integrante do GT das Juventudes Rurais do Bico e militante do MST. 

DIAGNÓSTICO – A maior parte dos jovens entrevistados são de famílias que trabalham na terra e se revelaram grandes defensoras e disseminadoras da agroecologia. No entanto, a maioria não sente que seu trabalho é reconhecido e valorizado e muitas vezes é considerado apenas uma ajuda para a família. Entre as juventudes rurais do Bico do Papagaio existe um forte desejo de permanecer no campo, representando 72% dos entrevistados. Ainda, 18% afirmaram não saber se desejam ou não permanecer; e somente 10% afirmaram não querer ficar no meio rural.

E na voz das próprias juventudes, o que contribui para permanência no campo são o sentimento de pertencimento, poder participar dos espaços de decisão, melhorar a relação entre jovens e adultos, a maior aceitação por parte dos pais, avós e lideranças dos interesses dos jovens, melhores condições de vida com políticas públicas, escoamento da produção, cursos de agroecologia, renda própria, maior controle sobre o próprio tempo, acesso à terra e espaços de lazer.

LANÇAMENTO – Todo o resultado do diagnóstico foi sistematizado em um vídeo e uma cartilha, com a técnica da relatoria gráfica, com o objetivo de contribuir para a partilha desse conhecimento sobre a realidade local com outros jovens. O lançamento será na internet, ao vivo, aberto ao público, no Encontro de Lançamento da Pesquisa sobre as Juventudes Rurais do Bico do Papagaio, e contará com a participação de jovens do GT das Juventudes Rurais do Bico do Papagaio e das organizações realizadoras. “Vamos construir o encontro esperando ter a maior participação de pessoas possíveis, e especial dos jovens. Vamos fazer de uma forma dinâmica e que seja inclusiva, que dê pra todo mundo se sentir no momento, tentando reproduzir o máximo como se fosse no presencial”, explica Jorge Luiz, uma das vozes que narra o vídeo. 

SERVIÇO:

O que? Encontro de Lançamento da Pesquisa sobre as Juventudes Rurais do Bico do Papagaio.

Quando? Quinta-feira, 15 de outubro de 2020, às 19h. 

Onde?http://bit.ly/youtubeapato

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Wendell diz que débitos de salários com servidores serão pagos de forma parcelada

Publicado

em

Na manhã desta sexta, 22, o secretário de Administração da Prefeitura de Araguatins, Wendell Miranda, durante entrevista na Rádio Sucesso FM, garantiu que todos os servidores que possuem salários pendentes da gestão passada, irão receber.

O gestor disse ainda, que a quitação dos débitos, acontecerão de forma parcelada.

As dívidas do município com os trabalhadores são relativas ao mês de dezembro e o 13ª, deixados pelo ex-prefeito, Cláudio Santana (MDB).

Ouça os principais momentos da entrevista:

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Começa aplicação das primeiras 1.281 doses de CoronaVac

Publicado

em

A Prefeitura de Tocantinópolis iniciou na manhã desta sexta-feira (22), a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Covid-19. As primeiras 1.281 doses de Coronavac, enviadas pelo Ministério da Saúde, serão aplicadas em profissionais da saúde que atuam na linha de frente do Coronavírus; em idosos de instituições de longa permanecia e; população indígena.

A primeira pessoa imunizada no município, foi Militão da Conceição Silva, de 75 anos, que reside na Casa da Divina Providência (Abrigo dos Idosos). Na sequência, foi a vez do casal de indígenas Joel Dias Apinajé, de 37 anos e, Rosana Xavito Apinajé, de 33 anos, residentes na Aldeia Prata. Já o primeiro profissional da saúde municipal imunizado, foi Anísio Vieira de Sousa, de 56 anos, bem como o médico Guilherme Roques Gomes, de 29 anos, que atuam na linha de frente de combate à Covid-19 desde o início da pandemia.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Inaugurada Rede Municipal de Frio e é aplicada primeira dose da CoronaVac

Publicado

em

Na tarde desta sexta-feira 22, a Secretaria Municipal de Saúde de Augustinópolis realizou a cerimonia de inauguração da Rede de Frio, que ocorreu na Unidade Sentinela/UPA, e que será utilizada para o armazenamento das doses da vacina do COVID-19 (CoronaVac), e de todas as outras vacinas que fazem parte do Programa de Imunização do município, a estrutura também conta com recepção, sala de vacina, sala de armazenamento de imunológicos e sala da Gerência de Imunização.

A médica Felícia Maria Costa, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra o coronavírus em Augustinópolis. Ela trabalha na linha de frente do combate à Covid-19 no município e faz parte do grupo prioritário para a imunização.

O Secretário Municipal de Saúde Yatha Anderson, afirma que as 203 doses da 1ª fase recebidas serão aplicadas nos profissionais que atuam na linha de frente no enfrentamento ao COVID-19, seguindo as orientações do Ministério da Saúde. A partir de segunda-feira, 25, será feita a imunização de outros 202 profissionais de saúde que atuam no combate ao coronavírus.

O prefeito Antônio do Bar também falou sobre as expectativas quanto a esse importante passo na luta contra a covid-19. “A situação não só do Tocantins ou do Brasil, mas do mundo, está triste. Peço a Deus e aos nossos governantes para que mandem a vacina para todos, não só para os idosos e profissionais da saúde. Vamos acreditar nos nossos profissionais, vamos confiar que essa situação vai passar”, disse após lembrar de pessoas conhecidas em Augustinopolis que foram vítima da covid-19.

A cerimonia de abertura contou com a presença do Prefeito Antônio Cayres de Almeida e da Primeira-Dama Deijanira de Almeida Pereira, também esteve presente o vice-prefeito Zé Mendonça, servidores público e vereadores. (Ascom)

Continue lendo
publicidade Bronze