- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 22 / fevereiro / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Pistoleiro que já matou mais de dez em Carajás é preso. Última vítima foi em Conceição do Araguaia

Mais Lidas

Na última terça-feira (12), a Polícia Militar de Rio Maria, na região de Carajás, no Pará, prendeu Pablo Henrique Cardoso Dias, um homem de alta periculosidade com um histórico de mais de dez acusações de participação em homicídios na região.

Dias foi preso ao tentar fugir de uma blitz policial. Ele estava na companhia de outros dois homens e caiu da motocicleta que conduzia ao tentar fugir. Os outros dois suspeitos conseguiram escapar do cerco policial.

Ao ser levado para a Delegacia de Polícia Civil de Rio Maria, Dias confessou ser o autor do assassinato de Hian dos Santos, que foi morto a tiros na manhã do último sábado (9) nas imediações do Terminal Rodoviário de Conceição do Araguaia. A vítima estava sentada no ponto de van da rodoviária quando foi perseguida e alvejada com vários tiros.

Após o crime em Conceição do Araguaia, o atirador buscou refúgio na cidade de Rio Maria, após ter sido identificado pela polícia. Dias é suspeito de integrar uma facção criminosa. Acredita-se que os homicídios em Conceição do Araguaia sejam motivados pelo controle do tráfico e pela disputa entre as facções Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV), que lutam pelo comando do tráfico em municípios da região do sul do Pará.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias