- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 26 / maio / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

SÃO MIGUEL: Suspeito de latrocínio no Povoado São Francisco é preso em Vila Nova dos Martírios, no Maranhão

Mais Lidas

Um homem de 32 anos, considerado o principal suspeito de praticar um crime de latrocínio no Povoado São Francisco, zona rural de São Miguel do Tocantins, no último dia 26 de abril, foi localizado e preso neste domingo, 30, em uma área rural da cidade de Vila Nova dos Martírios, no Estado do Maranhão.

De acordo com o delegado Antônio Bandeira, responsável pelo caso, o indivíduo foi localizado após compartilhamento de informações entre as equipes da 16ª Delegacia de São Miguel do Tocantins e a Polícia Militar do Estado vizinho. “Logo depois que fomos informados sobre o latrocínio, que vitimou o idoso José Rodrigues de Oliveira, de 62 anos, começamos as investigações e conseguimos identificar o principal suspeito pelo crime que bebia com a vítima no momento dos fatos”, explicou o delegado Bandeira. 

Desse modo, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do homem, a qual foi deferida pela Vara Criminal da Comarca de Itaguatins. De posse da ordem judicial, as equipes da 16ª DP intensificaram as buscas na tentativa de localizar o homem. 

Com base no compartilhamento de informações, o suspeito foi localizado e preso pela Polícia Militar em uma plantação de eucalipto, na zona rural da cidade de Vila Nova dos Martírios. Ele apresentava ferimentos, pois já estava há mais de seis dias em fuga pela mata. Desse modo, ele foi conduzido ao Hospital da cidade, onde foi atendido e, em seguida, conduzido até a Central de Flagrantes da Polícia Civil em Açailândia (MA), onde foi formalizado o cumprimento do mandado de prisão e o indivíduo encaminhado à Cadeia Pública local. 

O crime 

O delegado Antônio Bandeira ressaltou que na tarde do crime, vítima e autor estavam ingerindo bebida alcoólica em um bar, no povoado São Francisco, quando, por volta das 15 horas, houve uma discussão. “Uma testemunha que se encontrava no local contou à Polícia Civil que em determinado momento ouviu um disparo de arma de fogo e quando se virou percebeu que a vítima tinha levado um tiro na testa”, disse. 

As investigações da 16ª DP apontaram que o latrocínio foi motivado por um desentendimento entre vítima e suspeito quanto ao pagamento da conta. “Após atingir a vítima com um tiro da garrucha que carregava, o suspeito ainda subtraiu a quantia de R$ 350, o aparelho celular, bem como a motocicleta da vítima e fugiu em seguida”, frisou a autoridade policial. 

Perseguição 

Com a identificação do suspeito, as buscas foram intensificadas, uma vez que as equipes da 16ª DP descobriram que o suspeito tinha fugido para o Maranhão. Desse modo, com apoio da polícia daquele Estado, foi possível localizar e prender o homem, que agora será recambiado ao Tocantins para responder pelo crime do qual está sendo investigado. 

“A prisão desse indivíduo é de suma importância, para o encerramento do inquérito policial, uma vez que o crime praticado foi extremamente grave e ao que tudo indica cometido por motivo fútil”, destacou o delegado Antônio Bandeira.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias