- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 26 / fevereiro / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

SENAR Tocantins encerrou janeiro com maior número de turmas formadas nos últimos 10 anos

Mais Lidas

No mês de janeiro, o Senar Tocantins ofertou cerca de 60 cursos abrangendo setores da agroindústria, bovinocultura, pecuária, prestação de serviços, entre outros. Essas capacitações têm o objetivo de apoiar produtores e trabalhadores rurais que buscam oportunidades no mercado de trabalho ou aprimoramento de suas atividades no campo.

Para inaugurar o ano, o município de Taguatinga foi palco do curso “Trabalhador na operação de drone – mapeamento na agropecuária”. Na ocasião, os alunos aprenderam sobre pilotagem e em como a tecnologia pode reduzir os custos de produção, elevar a eficiência no campo e estimular o aumento de produtividade no setor. “Eu nunca tinha visto ou pegado em um drone e não sabia as diversas formas que ele pode ser utilizado. Esse conhecimento foi muito proveitoso para mim”, destacou a participante Taiz Batista.

Em Gurupi, região sul do estado, o Senar realizou o curso “Trabalhador na produção de doces, conservas e compotas” com foco na produção de iguarias derivadas de frutos da região. A iniciativa capacitou dez pessoas, proporcionando conhecimentos práticos que a produtora rural Sanme Rosa de Sousa, elogiou. “Aprendi a fazer doces, reaproveitar as cascas e utilizar as frutas para produzir geleia. Se vierem mais cursos, quero participar.”

Já o curso “Trabalhador na operação e manutenção de retroescavadeira” foi realizado em Marianópolis e beneficiou sete participantes. Jéssica Fernandes foi uma das alunas e destacou a experiência positiva. “Eu amei participar do curso, pude aprender todo o funcionamento da máquina, como trabalhar corretamente e identificar possíveis problemas.”

Realizado na Fazenda Bocalon, o município de Divinópolis recebeu o curso “Trabalhador na operação e manutenção de pulverizadores autopropelidos”. Para Carlos Marques, a capacitação foi o espaço onde pôde ter o primeiro contato com o maquinário. “Gostei de tudo e foi muito bom adquirir novos conhecimentos. Aprendi a trabalhar com pulverizador, fazer linhas AB e marcação de campo”, disse o aluno. Elemar Santos, outro participante, já havia tido a oportunidade de participar do curso de tratores agrícolas, e ficou satisfeito em concluir outro treinamento. “Foi muito bom colocar em prática os conhecimentos junto ao instrutor e os colegas da turma”, afirmou.

De acordo com o Diretor de Formação Profissional Rural, Luiz Claudio Faria, mesmo diante dos desafios enfrentados neste início de ano, os produtores rurais continuam demonstrando seu comprometimento com o desenvolvimento de suas propriedades, especialmente no que diz respeito à capacitação.

“O primeiro mês de 2024 se destaca como o período com o maior número de turmas formadas nos últimos 10 anos pelo SENAR. Encerramos o mês com 60 treinamentos realizados. Isso reflete a intensa atividade dos produtores rurais, que estão empenhados em aprimorar suas habilidades e conhecimentos. Investir na formação profissional tornou-se uma prioridade para muitos, visto como uma medida essencial para reduzir custos e aprimorar a produção”, destacou o diretor.

Mais informações

As capacitações de Formação Profissional Rural propiciam a aprendizagem e aprimoramento de atividades voltadas para o setor agropecuário. Os cursos têm uma carga horária que varia de 16 a 40 horas, e ao final do treinamento, os participantes recebem uma certificação válida em todo território nacional.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias