- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 13 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

TOCANTINÓPOLIS: Roberlan Cokim denuncia pressões políticas e uso de contratos no Estado para tentar dissolver grupo de oposição

Mais Lidas

No calor da pré-campanha eleitoral em Tocantinópolis, o vereador Roberlan Cokim, fez uma declaração contundente em um vídeo divulgado nas redes sociais na noite desta segunda-feira, 26, relatado pressões que ele e seu grupo de oposição têm enfrentado nos bastidores.

No vídeo, Cokim trouxe à tona questões delicadas sobre a interferência política.

O pré-candidato começou abordando a formação inicial do grupo de oposição, que, segundo ele, iniciou com apenas três pessoas, incluindo ele próprio, e alguns outros que se manifestavam contra a gestão nas redes sociais. Ele descreveu a candidatura como uma resposta natural para quem tem lutado contra as adversidades políticas locais.

Uma das revelações mais marcantes foi o encontro na casa do ex-prefeito Antenor Queiroz, onde Cokim e seu grupo buscavam apoio para sua pré-candidatura. Embora inicialmente tenham recebido sinais positivos, a situação mudou rapidamente quando uma notícia publicada em um site mudou a intenção do ex-prefeito. Cokim implicou que a pressão política pode ter sido um fator determinante para a reviravolta, mencionando o emprego do filho de Antenor no Governo Estadual como possível moeda de troca.

“Infelizmente, a necessidade financeira fala mais alto para algumas pessoas”, lamentou Cokim, sugerindo que a promessa de apoio foi retirada devido às suas cobranças de melhorias para a região em relação ao governador e à base governista.

Cokim rejeitou a idéia de que sua campanha depende exclusivamente do apoio de políticos tradicionais. “Nós não precisamos de deputados em cima de nosso palanque, mentindo para nosso povo não”.

O vereador também aproveitou a oportunidade para abordar as acusações de que ele ataca o governador Wanderlei Barbosa, esclarecendo que seus comentários são direcionados para cobrar melhorias para o município, como a pavimentação de estradas, e não como ataques pessoais.

“Não tenho rabo preso com ninguém”, afirmou ele, reiterando sua independência política.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias