- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 19 / abril / 2024

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Tocantins celebra Semana do Jovem Trabalhador com rodada de palestras

Mais Lidas

A Semana do Jovem Trabalhador foi movimentada no Polo Tocantins da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi). Uma série de bate-papos marcou a data no Polo, com a participação de palestrantes motivacionais, empresários, mentores e ex-jovens aprendizes compartilhando a sua trajetória.  

A palestra de encerramento da semana ficou por conta da psicóloga Kátia Viana que foi jovem aprendiz da Fundação Pró-Cerrado nos primeiros anos de atuação da instituição em Palmas. e comentou a sua alegria em compartilhar a sua experiência com os jovens da Renapsi.  

“É emocionante. De fato, eu me vejo em cada um desses jovens, olhando aqueles olhos e vendo que eles têm expectativas, sonhos, que talvez estejam em famílias que não estão fortalecendo esses sonhos, então eu vim com esse objetivo de mostrar a eles que podem ser melhores que hoje. Eles estão no caminho certo, então é só não perder esse caminho, esse propósito”, relatou Kátia.  

Durante as conversas com os jovens, Kátia narrou um pouco da sua trajetória e reconheceu a importância da oportunidade que teve como jovem aprendiz para que ela alcançasse conquistas pessoais e profissionais, também na vida adulta.  

“Ser jovem aprendiz mudou radicalmente a minha vida, eu tive a oportunidade de estar em um ambiente de pessoas que também me impulsionaram, que me fizeram crescer, me deram oportunidades, eu consegui me desenvolver como profissional mesmo, entendendo o que o mercado pedia, o que eu poderia fazer para ser melhor e eu fui sendo reconhecida sobre isso”, lembrou.  

Protagonismo 

Mesmo com assuntos variados, as palestras convergiram para o tema central: “O jovem como protagonista de sua história”.  

Professor universitário, criador de conteúdo digital e consultor, o palestrante André Raposo afirmou que trabalhar com jovens a questão do protagonismo contribui para ativar uma força que eles já possuem.  

“É trazer pra eles possibilidades e oportunidades que estão dispostas na vida, que eles não só podem, como devem acessar, por meio de uma capacidade de fazer uma leitura de mercado, uma leitura de vida, uma leitura de cenário. É estimulá-los a construir um projeto de vida, um projeto de carreira, e dessa forma, eles realmente, protagonizarem essa construção”, resumiu Raposo.  

O jovem Anderson Silva, de 21 anos, participou de algumas das rodas de conversa e falou sobre as impressões que teve.  

“A dica que achei mais importante foi a parte que falou sobre como criar conexões profissionais e pessoais abrindo portas para novas oportunidades e parcerias, também deu dicas de como desenvolver soluções criativas para os problemas atuais do mercado. Eu sei que o cenário atual é muito competitivo e exigente, mas também vejo muitas possibilidades de inovação e transformação. Eu quero fazer parte dessa mudança e contribuir com o meu talento e potencial”, afirmou. 

Escritor e mentor em comunicação, William Geraldo é ex-jovem aprendiz e falou sobre comunicação assertiva e a importância da leitura no nosso dia a dia.  

“O jovem de hoje precisa entender que está vivendo em sociedade, precisa ocupar o espaço, aproveitar as chances, buscar conhecimento. Acredito que através da ferramenta da leitura e com as oportunidades certas, podemos fazer muito por esses jovens e eles podem fazer por eles também”, pontuou.  

Além de Palmas, a rodada de palestras da Semana Internacional do Jovem Trabalhador teve atividades nas outras unidades do Polo. Em Paraíso, a ação contou com a participação do ex-jovem aprendiz e atual Superintendente do Sicoob na cidade, Davi Rocha. Em Araguaína, os palestrantes foram Breno Araújo, ex-jovem aprendiz, que foi efetivado no Banco Itaú e hoje é empresário no ramo de construção civil e Gabriela Inácio que iniciou sua jornada com jovem aprendiz e hoje administra a loja Ferpam em Araguaína. Em Gurupi, no sul do estado, os jovens produziram um vídeo sobre a importância dos jovens aprendizes no mercado de trabalho. (Izabela Martins)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias