- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 25 / fevereiro / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUATINS: Presos suspeitos de matarem adolescente. Motivação seria vingança por homicídio

Mais Lidas

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por intermédio da 1ª Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Vulneráveis (DEAMV – Araguatins), com apoio da 10ª Delegacia do mesmo município, desvendou o homicídio de um adolescente de 16 anos, que teve seu corpo encontrado às margens do rio Taquari, em avançado estágio de decomposição, no último dia 18 de novembro e apreendeu o último envolvido no caso. 

Conforme o delegado-chefe da Unidade Especializada, Eduardo Morais Artiaga, na manhã desta quinta-feira, 23, foi apreendido um adolescente de apenas 15 anos, apontado como um dos autores do homicídio, sendo que o maior com 19 anos, havia sido preso no último dia 18 deste mês. Ainda segundo a autoridade policial, a ação foi realizada depois que familiares da vítima teriam registrado o Boletim de Ocorrência por desaparecimento. 

“Iniciada a apuração dos fatos, as investigações revelaram que, na verdade, não se tratava de desaparecimento e sim de um homicídio motivado por vingança”, pontuou a autoridade policial. 

Segundo apurado pela PC-TO, a vítima tinha envolvimento em um homicídio ocorrido no dia 1º de maio de 2023, fato ocorrido em Araguatins, sendo que seu comparsa na empreitada criminosa se encontra preso por ser maior de idade. Apurou-se ainda que, para praticar esse crime, os autores teriam atraído o menor para juntos consumirem entorpecentes em um local ermo, chegando no referido local executaram a vítima e depois ocultaram o corpo. 

Ainda segundo a autoridade policial, após o cumprimento do mandado de prisão do maior e de busca e apreensão do menor, foram realizados os procedimentos legais cabíveis na Central de Atendimento, sendo que o maior de idade foi entregue à custódia do sistema prisional. Já o menor será internado em estabelecimento específico para menores em conflito com a lei e permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias