- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 14 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUATINS: Taxista é detido ao agredir motorista de aplicativo e passageira em rodoviária

Mais Lidas

Taxista João Pedro da Silva é acusado de avançar sobre motorista de aplicativo e passageira com ameaças, xingamentos e acabou quebrando chave do veículo

Uma agressão envolvendo taxistas, um motorista de aplicativo e uma passageira foi parar na Central de Polícia Civil (PC) no final da manhã desta quarta-feira, 26, na cidade de Araguatins, no Bico do Papagaio. O motorista de aplicativo, Marco Antônio, foi chamado pela passageira, Elaine Melo, para busca-lá na rodoviária e ao chegar na área de desembarque do local, taxistas não queria permitir que a mulher usasse o transporte e passaram a agredir motorista e passageira.

O taxista, João Pedro da Silva, passou a avançar sobre o motorista de aplicativo com ameaças, xingamentos e acabou quebrando a chave do veículo do trabalhador. Enquanto isso, outros taxistas tentaram retirar a passageira do veículo à força, fato que deixou a mulher apavorada.

O grupo de taxista não sessou as investidas e cercou o veículo, passaram a golpear o automóvel.

A confusão só parou após o motorista do aplicativo e passageira acionarem a Polícia Militar que chegou ao local e conteve o grupo.

O taxista João Pedro, acabou sendo detido e levado para Delegacia. Saiu após pagar fiança.

A mulher e o motorista de aplicativo registraram a agressão junto a Polícia Civil.

Passageiros que estavam na rodoviária no momento da confusão, relataram a nossa reportagem que o grupo de taxista chegou muito agressivo e fazendo uma série de ameaças e desferindo xingamentos. “Eu fiquei com dó da moça, que ficou transtornada com a situação. Eu moro em Parauapebas, meu ônibus parou aqui e fui comprar um lanche, mas acabei me deparando com essa cena de violência contra uma mulher e esse rapaz. Situação triste”, disse a passageira Marisa Mendes.

“Eles cercaram o veículo do nada e passaram a agredir a moça e o rapaz. Situação desnecessária, uma vergonha. Isso não pode ficar impune, principalmente uma cidade que quer ser destino turístico, ainda ter esse tipo de situação. Eu vim de Goiânia, estava aqui para comprar minha passagem de volta, mas fiquei assustado. Uma vergonha para cidade, ainda mais pelo estado que deixaram essa moça, que apenas chamou um transporte. Ela tem direito de escolher com quem quer andar, ela é consumidora, pode escolher se quer ir de taxi, mototáxi, Uber, bicicleta, a pé. Só aqui em Araguatins mesmo, que ainda se vê esse tipo de coisa”, disse o turista Júlio César.

O motorista agredido comentou que o “Os taxistas têm uma visão muito errada sobre quem trabalha com aplicativo e quem usa aplicativo. O consumidor é livre para fazer a sua escolha de transporte. Eu não estava na rodoviária ou em pontos de taxista. Eu estava em casa, recebi o chamado e fui atender. Simples assim. Inclusive a plataforma é aberta para eles próprios se cadastrarem e participarem”, comentou o motorista de aplicativo.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias