- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
sábado, 13 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

AUGUSTINÓPOLIS: Antônio do Bar fecha ano como favorito e oposição ainda sem rumo

Mais Lidas

Caminhando para o fim de seu terceiro ano de mandato, com uma gestão que conseguiu subir na avaliação popular, comparada aos dois primeiros anos, o prefeito Antônio do Bar (PSC) entrará no último ano de gestão como favorito na disputa pela reeleição.

Os fatores do favoritismo vão além da subida de avaliação popular, mas passam principalmente pela fragilidade da oposição, que além de ter atuação apática, perdeu seu principal nome, Júlio Oliveira (PP), ex-prefeito e atual suplente de deputado federal, por conta da reprovação de contas de sua gestão. A Câmara seguiu os pareceres do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e reprovou as contas de 2019. Com a reprovação, Júlio fica inelegível por 8 anos e não poderá disputar a eleição de 2024.

Outro fato que fortalece Antônio do Bar é ter um grupo político já consolidado e o suporte de seu irmão e presidente da Assembleia Legislativa, deputado Amélio Cayres (REPU).

A oposição fecha 2023 patinando sem ter um nome, porém, mantém as esperanças, baseado no histórico de eleições no município, que sempre são acirradas, uma das mais equilibradas da região. Membros da oposição avaliam que, mesmo fragilizados no momento, quando houver a definição, haverá um crescimento natural do nome escolhido, que herdará todos aqueles contrários e insatisfeitos com a gestão de Antônio do Bar.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias