- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 24 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Delinquente do Bico acusado de desferir 21 facadas em ex-namorada, roubo, ameaça e resistência é preso

Mais Lidas

Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos – DRR de Araguaína, comandados pelo delegado-chefe da unidade, Felipe Crivelaro, prenderam na tarde da última terça-feira, 25, um indivíduo de 30 anos que foi condenado por vários crimes que somam quase 20 anos de prisão.

O delegado Felipe Crivelaro informou que o homem foi capturado na zona rural de Araguaína, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Augustinópolis, pelo crime de extorsão, praticado dentro do presídio em que cumpria pena.

“A prisão desse indivíduo, que é considerado de extrema periculosidade, ocorreu após compartilhamento de informações com a equipe da 12ª Delegacia de Augustinópolis, por meio do delegado Jacson Wutke”, disse a autoridade policial.

Extensa ficha criminal

Ainda de acordo com o delegado, no ano de 2014, o indivíduo respondeu pelo crime de ameaça usando um facão. No mesmo ano, ele passou a responder criminalmente pela morte da sua ex-namorada de 19 anos, desferindo 21 golpes de faca nela. “Na época, foi representado pela prisão preventiva, mas a Vara Criminal da Comarca de Axixá do Tocantins (TO) negou, sendo que o acusado não foi mais encontrado depois”, pontuou o delegado Felipe.

No ano de 2015, o homem foi preso em flagrante por roubo, ameaça e resistência. Dessa vez a prisão em flagrante foi convertida em preventiva. Ainda em 2015, saiu a sentença pelo homicídio, sendo condenado a 14 anos, totalizando 19 anos e quatro meses de prisão. Já no ano de 2016, o indivíduo foi condenado a cinco anos e quatro meses pelo crime de roubo.

Em 2020, ele foi indiciado por ameaça e desacato contra cinco agentes penitenciários, caso que ainda aguarda sentença. Em 2021, o homem foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado praticado dentro do presídio contra outro presidiário. Por fim, em 2023, o homem foi indiciado por extorsão praticada dentro do presídio contra outros presidiários.

Em razão do crime de extorsão, a Vara Criminal da Comarca de Augustinópolis decretou a prisão preventiva do indivíduo que havia acabado de ser colocado em liberdade, em razão da progressão de regime.

Após ser preso, nesta terça-feira, 25, o indivíduo foi levado para a Unidade Penal Regional de Araguaína, onde ficará à disposição do Poder Judiciário. (Rogério de Oliveira)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias