- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 22 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Em encontro de governadores da Amazônia com BID, Wanderlei destaca pioneirismo do Tocantins na comercialização de créditos de carbono

Mais Lidas

O Governador Wanderlei Barbosa participou nesta segunda- feira, 7, em Belém do encontro intitulado Diálogos de alto nível entre o Bid e os governadores amazônicos do Brasil, que teve como objetivo discutir o Programa Regional da Amazônia do BID (Banco Nacional Interamericano), de forma a avaliar ferramentas para mobilizar financiamentos a projetos na Região Amazônica.

O Encontro com a  coordenação do presidente do BID, Ilan Goldfajn e a  ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, ressaltou a  importância da articulação de projetos na  região para potencializar os resultados dos investimentos. 

O evento reuniu representantes, entre: governadores e representantes de oito  estados pertencentes à Amazônia Legal, sendo eles: Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Amapá, Tocantins.

Na ocasião o  presidente do BID anunciou um aporte de  R$ 4,5 bi, fruto de uma parceria com o BNDES, que estará à disposição dos Estados para ações voltadas para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

O governador Wanderlei  Barbosa ressaltou a importância de instituições como o BID para que os estados possam planejar ações de forma sustentável e com responsabilidade.” Precisamos investir no crescimento do nosso Estado em especial do nosso agronegócio em consonância com a preservação ambiental”, afirmou o governador.

O chefe do executivo enfatizou que o Tocantins foi o primeiro Estado do Brasil a negociar créditos de carbono no mercado internacional. “Essa é uma iniciativa inovadora que só foi possível graças ao compromisso do Tocantins com a preservação do meio ambiente, representada por todo um conjunto de políticas públicas de Estado e um ordenamento legal que não começaram agora”, explicou governador Wanderlei Barbosa.

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, falou da proximidade da Copa 30, que será realizada em 2025 em Belém e da importância de políticas públicas de financiamento em Prol da Amazônia.

Na ocasião foi assinado um termo de cooperação entre o Consórcio de governadores da Amazônia Legal, o BID e o Ministério do Planejamento e Orçamento. (Jakelyne Monteiro / Foto: Tharson Lopes)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias