- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 17 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Usina Hidrelétrica de Belo Monte não consegue gerar toda capacidade programada

Mais Lidas

A Usina Hidrelétrica de Belo Monte, localizada no rio Xingu, no Pará, não gerou toda sua capacidade em nenhum dia de 2023. A usina tem capacidade de produzir 11.233 MW, mas na média de julho, gerou apenas 1.411 MW, o que equivale a 12% da sua capacidade.

A usina é alvo de ambientalistas antes e depois de sua construção. Eles argumentam que a usina causará danos ambientais irreversíveis à bacia do rio Xingu, incluindo a destruição de habitats de animais, a mudança no regime de chuvas e o aumento da sedimentação do rio.

A usina será um dos principais temas da Cúpula da Amazônia, que será realizada em 8 e 9 de agosto de 2023, em Belém, no Pará. A cúpula reunirá chefes de Estado e líderes de todo o mundo para discutir a preservação do meio ambiente na Amazônia.

A presença da usina na cúpula é um lembrete dos desafios que o Brasil enfrenta na preservação do meio ambiente. A usina é um símbolo da energia hidrelétrica, que é uma fonte de energia renovável, mas que também pode causar danos ambientais. O Brasil precisará encontrar uma maneira de equilibrar o desenvolvimento econômico com a preservação do meio ambiente.

Nos 7 primeiros meses do 2023, a geração média de Belo Monte foi de 6.710 MW, cerca de 60% da capacidade. Os dados são do ONS (Operador Nacional do Sistema). A produção foi maior nos meses de março e abril, época de chuvas no verão amazônico. O recorde de produção foi em 4 de abril: 10.803 MW.

A geração caiu a partir de maio e atingiu o menor patamar em julho. Registrou só 552 MW, menos de 5% da energia projetada para a usina, no último dia 16. Motivo: baixa vazão do rio Xingu, que passa pelo período de seca.

Só duas de 18 turbinas de Belo Monte estão em operação hoje por causa do baixo nível do rio Xingu. A vazão atual está em 2.000 m³ de água por segundo. Cada turbina tem capacidade de 611,11 MW –equivalente a uma usina nuclear de Angra 1 (com cerca de 640 MW).

O complexo atualmente tem 15 turbinas em condições de operar –3 estão em manutenção planejada. A partir de novembro, quando tem início o período das chuvas, Belo Monte voltará a ter capacidade de operar plenamente, com as 18 unidades geradoras.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias