- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 25 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Estados do Matopiba alinham parcerias para combate ao desmatamento ilegal no Cerrado

Mais Lidas

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, participou nesta quarta-feira, 27, no Palácio do Planalto, em Brasília/DF, de uma reunião promovida pelo Governo Federal e os estados que compõem a região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), para alinhamento de ações conjuntas de combate ao desmatamento ilegal no Cerrado. No encontro, foram propostas parcerias estratégicas aos estados para unificar as ações e atingir melhores resultados. 

Na ocasião, o governador Wanderlei Barbosa apontou os resultados que o Tocantins está alcançando, por meio das políticas públicas de combate ao desmatamento ilegal no Cerrado, destacando o diálogo com o setor agropecuário na busca por soluções sustentáveis. “O nosso estado fez questão de trazer o setor agropecuário para dentro deste debate. Hoje, a produção agrícola com garantia de proteção ao meio ambiente é indispensável às exigências do mercado nacional e internacional. Este diálogo está nos permitindo ser um estado que se destaca nas questões de sustentabilidade ambiental, ao mesmo tempo em que garante a produção de alimentos”, enfatizou. 

O encontro foi promovido pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa; pela ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva; e pelo ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro. Além do governador Wanderlei Barbosa, que esteve acompanhado do secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Marcello Lelis; e do secretário extraordinário de Representação em Brasília, Carlos Manzini Júnior, os governadores dos estados do Maranhão, Carlos Brandão; do Piauí, Rafael Fonteles; e da Bahia, Jerônimo Rodrigues, também participaram da reunião. 

Combate ao desmatamento no Tocantins

A atuação do estado é pautada, principalmente, pelo Grupo de Trabalho para Orientação das Ações de Combate ao Desmatamento Ilegal, formado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Batalhão da Política Militar Ambiental (BPMA), Superintendência do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente no Tocantins (Ibama/TO) e Ministério Público do Tocantins (MPTO). 

Em novembro de 2023, o Governo do Tocantins promoveu a assinatura do Pacto Pelo Desmatamento Ilegal Zero no Tocantins, que tem como objetivo estabelecer uma aliança entre o estado e as entidades representativas do setor produtivo. Como resultado, 12 importantes organizações do setor agropecuário assinaram o pacto e estão atuando, juntamente com o governo, na construção de soluções para a integração sustentável entre produtividade e proteção ambiental. 

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Marcello Lelis, ressaltou que essa atuação conjunta é um dos grandes diferenciais que tem levado o Tocantins a excelentes resultados. “Foi uma reunião muito produtiva, porque o Governo Federal propôs, ao governo estadual, uma parceria em prol do enfrentamento desse problema, que é de todo o país. No Tocantins, temos uma boa vontade muito grande do setor produtivo do agronegócio para trabalharmos juntos. Essa é a orientação do nosso governador Wanderlei Barbosa, que em iniciativas como a de hoje, são colocadas em prática”, pontuou. 

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias