Connect with us

Bastidores

Loterias arrecadam R$2,42 bilhões em um ano

Publicado

em

No primeiro quadrimestre deste ano o valor arrecadado pelas loterias federais gerou R$2,74 bilhões. O valor é 13% maior do que os R$2,42 bilhões em repasses contabilizados durante o mesmo período de 2020. Os dados são do 1º Relatório do Mercado Brasileiro de Loterias, divulgado pelo Ministério da Economia.

Apesar do impacto econômico que a pandemia da Covid-19 causou, a arrecadação nominal de quase todas as loterias federais teve aumento em 2020. Em nota, o Ministério da Economia informou que o crescimento tem relação com a criação de um novo produto lotérico, o Super Sete e também com a mudança da Lotofácil, das quais os concursos, a partir de agosto de 2020, passaram a ser diários, o que estimulou as vendas. Além disso, o pouco acúmulo dos concursos regulares da Mega-Sena também contribuiu para o aumento.

A participação relativa do mercado de loterias no Brasil continua bastante centralizada em três grandes produtos lotéricos: Lotofácil, Mega-Sena e Quina, concentrando 87% das vendas. É a primeira vez que a Lotofácil ultrapassa a Mega-Sena quando comparado com quaisquer quinquemestres analisados desde sua criação, em 2003.

De janeiro a maio de 2021 a arrecadação nominal por produto lotérico apresentou aumento de 58% nas vendas da Loteria Federal e loteria tradicional de bilhetes, quando comparada ao mesmo período do ano passado. As vendas da Lotofácil e Quina cresceram 38% e 32%, respectivamente. Quando comparado ao mesmo período de 2017, o crescimento da venda da Lotofácil alcança 75%. 

Já a Loteca, tradicional loteria esportiva do país, existente desde a Copa do Mundo de 1970, teve um aumento significativo nas vendas, registrando aumento de 159%, quando comparada ao mesmo período de 2020.

Para o economista César Bergo, faz parte da cultura do brasileiro participar de jogos de loterias e, com o isolamento social e desemprego que a pandemia do coronavírus trouxe, muitos tentaram faturar por esse meio. “O brasileiro tenta de alguma forma suprir essa deficiência através de um sonho em ganhar na loteria e resolver os seus problemas financeiros.”

Segundo a Caixa Econômica Federal, existem mais de 13 mil lotéricas no Brasil. Para saber se o seu município tem uma lotérica e o endereço basta clicar aqui, depois escolher o estado e a cidade. 

Distribuição dos recursos

Cesár Bergo detalha para onde vão as quantias arrecadadas a partir dos jogos lotéricos. “Tem uma parte que fica com o governo em razão do imposto de renda que é cobrado, e os 40% restantes são divididos em diversas atividades sociais como cultura, segurança, seguridade, saúde, esportes e educação. Então, são recursos distribuídos para esses diversos segmentos e utilizados pelo governo nas suas ações e projetos sociais”, explica.

Os recursos arrecadados pelas loterias são distribuídos à Caixa Econômica Federal, para os beneficiários sociais e para o pagamento dos prêmios. Para as modalidades em operação, todos os beneficiários sociais e seus percentuais de distribuição estão especificados na Lei nº 13.756/2018.

Os repasses sociais, via Tesouro Nacional, para o financiamento de diversas políticas públicas, no primeiro quadrimestre de 2021, ultrapassam R$ 2,04 bilhões, com um aumento de 22% quando comparado ao mesmo período de 2020. Destaque para o aumento significativo de recursos destinados à educação, com 207% de aumento, devido à reversão de um dos prêmios da Mega da Virada 2020, que não foi resgatado.

Prêmio de reality show na loteria

Paulinha Leite, 34, participou de um reality show em 2011 que o prêmio final era de R$1,5 milhão, mas como ela não levou a bolada, conquistou a quantia de outra forma, jogando na loteria. Com apenas quatro jogos entre 2017 e 2018 ela ficou milionária. 

Mas essa não foi a única vez que a roraimense ganhou em jogos. A primeira vez que ela apostou foi com 20 anos e de cara levou R$5 mil. Paulinha não sabe ao certo quantas vezes já ganhou em jogos de loteria pois parou de fazer a contagem.

As loterias que ela mais gosta de jogar são Mega Sena e Lotofácil e para ganhar ela costuma estudar os jogos. “Eu me acho muito sortuda graças a Deus. Habilidosa também, procuro sempre estar de olho nas probabilidades, fico estudando pois tenho que buscar não só a sorte, mas também estratégias, pesquisar que número mais sai. Tento sempre buscar outras formas de apostar mais números para aumentar a probabilidade”, explica Paulinha Leite.

Há um ano, Paulinha abriu uma empresa de bolões para apostas lotéricas. Segundo ela, tudo começou com uma brincadeira nas redes sociais em que ela sorteava números aleatórios para os seus seguidores e com isso eles começaram a ganhar os prêmios, um deles conseguiu R$28 mil. 

“Faço grupos e envio os jogos. É como se todo mundo se juntasse para pagar um valor mais caro, que você não conseguiria pagar sozinho. Logo, logo estaremos com nossos prêmios milionários e sinto que a empresa é o meu propósito. Adoro o que faço, eu amo jogar, então, deu tudo certo.”

Mega-Sena acumulada

O prêmio de R$ 21.839.458,94 do concurso 2386 da Mega-Sena ficou acumulado. Em sorteio realizado nesta sexta (1) em São Paulo, ninguém acertou os seis números (11-13-16-35-49-50).

Segundo a Caixa, o próximo sorteio terá uma premiação estimada em R$ 27 milhões. A quina teve 44 apostas contempladas, sendo que cada um dos sortudos vai embolsar R$ 45.390,69.

O concurso 2387 está marcado para acontecer neste sábado (3), em São Paulo, em evento que será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pela internet, no canal oficial do banco no YouTube.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bastidores

Ex-senador João Rocha morre vítima de Covid

Publicado

em

Morreu nesta segunda, 26, vítima da Covid-19, o ex-senador pelo Tocantins, João da Rocha Ribeiro Dias. Ele tinha 80 anos. Ele estava intubado no Hospital das Clínicas da UFG, em Goiânia-GO, e não resistiu.

João Rocha foi uma das referências na luta pela criação do Tocantins e também foi ex-diretor do Grupo Jaime Câmara.

João Rocha era piauiense de Ribeiro Gonçalves-PI, mas cedo se mudou com a família para Cristalândia.


Ele estudou o primário e o ginásio em Porto Nacional, depois continuou os estudos em Goiânia, formando-se técnico em Contabilidade, onde também iniciou sua trajetória no grupo Jaime Câmara, começando como auxiliar de escritório. Formou-se em Direito, mas continuou no grupo Jaime Câmara, onde chegou a diretor financeiro por longos anos.

João Rocha exerceu um importante papel na luta pela criação do estado do Tocantins, usando seu prestígio não só no apoio à Constituinte de 88, como na formação da Comissão de Sistematização do Congresso Nacional, onde se discutia a criação do Tocantins que discutiu a criação do Estado.

Continue lendo

Bastidores

Bolsonaro não pede apoio de Kátia à Mendonça

Publicado

em

Segundo o colunista do site Metrópolis, Igor Gadelha, o presidente Jair Bolsonaro não pareceu muito empenhado em ajudar o seu mais recente escolhido para o Supremo Tribunal Federal (STF) a conseguir votos no Senado para aprovar a indicação.

No encontro com a senadora Kátia Abreu (PP) na semana passada, no Palácio do Planalto, Bolsonaro não teria sequer citado o nome de André Mendonça.

O diálogo teria se concentrado em outros assuntos, entre eles, a PEC do voto impresso, a saúde do presidente, as reformas, acordos comerciais e meio ambiente.

Continue lendo

Bastidores

Tocantins mantém adiantado pagamento dos servidores

Publicado

em

Nesta segunda-feira, 26, o Governo do Tocantins inicia o pagamento dos servidores referente a julho, mantendo a execução da folha adiantada e dentro do mês trabalhado.  Nessa data, recebem os servidores lotados na Secretaria da Saúde.  Na sequência, os demais terão os créditos liberados conforme cronograma abaixo.

O valor da folha líquida de julho é de R$ 183.482.151,24.


O pagamento antecipado escalonado foi determinado pelo governador Mauro Carlesse no início deste ano como forma de ajudar na prevenção contra a Covid-19, na intenção de evitar aglomeração de servidores nas unidades bancárias. “Mesmo com o escalonamento, o ideal é que os servidores busquem os meios eletrônicos na hora de fazer suas transações e evitem locais fechados como as agências bancárias, por exemplo”, aconselha o Governador.

Cronograma (dia que o dinheiro estará nas contas)

Dia 26

Secretaria da Saúde;

Dia 27

Secretaria da Segurança Pública, Casa Militar, Secretaria da Cidadania e Justiça, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar;

Dia 28

Secretaria da Fazenda, Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado doTocantins, Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos, Agência de Defesa Agropecuária, Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Departamento Estadual de Trânsito, Agência Tocantinense de Transportes e Obras, Instituto de Terras do Estado do Tocantins, Instituto Natureza do Tocantins, Junta Comercial, Agência Tocantinense de Saneamento, Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia, Agência de Tecnologia da Informação;

Dia 29

Secretaria Executiva da Governadoria, Secretaria da Administração, Casa Civil, Secretaria da Comunicação, Procuradoria Geral do Estado, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Secretaria do Planejamento e Orçamento, Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços, Controladoria-Geral do Estado, Agência de Mineração do Estado do Tocantins, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins, Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa, Secretaria de Parcerias e Investimentos;

Dia 30

Fundação Universidade do Tocantins(Unitins) e Secretaria da Educação, Juventude e Esportes.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze