- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 23 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

MARABÁ: Agentes da PF e PRF capturam foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró

Mais Lidas

Na tarde desta quinta-feira (4), uma operação conjunta entre a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na prisão de dois foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A ação ocorreu na cidade de Marabá, localizada na região de Carajás, no Pará.

Os agentes receberam informações por volta das 10 horas da manhã de que os foragidos, identificados como Rogério da Silva Mendonça, conhecido como Martelo, e Deibson Cabral Nascimento, também conhecido como Tatu ou Deisinho, estariam passando por Marabá. “Ficamos aqui todos em pronto aguardo de uma confirmação. Por volta das 13 horas, recebemos a confirmação de que já estavam próximos, e então a equipe começou o deslocamento para realizar a abordagem”, afirmou Heyder Nunes, chefe da delegacia PRF em Marabá.

Os criminosos estavam em um comboio de três veículos, sendo que cada carro tinha dois ocupantes. Durante a operação, houve uma tentativa de reação por parte de Rogério, que estava armado com um fuzil e chegou a disparar contra o delegado da PF, Ezequias Martins da Silva. O policial reagiu à injusta agressão, disparando três vezes em direção ao criminoso. Posteriormente, a viatura da PF colidiu com o veículo dos foragidos, forçando-os a parar e possibilitando a abordagem.

Além dos foragidos, foram apreendidos um fuzil com 60 munições, oito celulares e uma quantia em dinheiro não divulgada. A operação resultou na prisão de seis pessoas, sendo que quatro delas estavam dando apoio na fuga dos criminosos e foram autuadas em flagrante pelo crime de organização criminosa.

O chefe da delegacia PRF destacou o êxito da operação conjunta, ressaltando que dois dos foragidos foram capturados em veículos diferentes e que os demais envolvidos foram detidos por colaborar com a fuga dos criminosos. A ação demonstra o trabalho eficiente das forças policiais na captura de indivíduos que representam risco à segurança pública.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias