Connect with us

Geral

Região Norte lidera índices de infecção e mortalidade pela Covid-19

Publicado

em

O último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde sobre a Covid-19, com dados consolidados semanalmente, aponta Roraima como o estado brasileiro com a maior taxa de incidência (5.931,9 casos por 100 mil habitantes) e mortalidade (90,3 óbitos por 100 mil habitantes). O boletim contém dados sobre o novo coronavírus entre 2 e 8 de agosto.

Até quinta-feira (13), o estado somava 38.897 casos e 565 mortes por conta do novo coronavírus, segundo o governo local. Em Roraima, em 13 de agosto, o índice de isolamento era de apenas 37,4%, de acordo com o levantamento da empresa de tecnologia In Loco, sendo a sexta pior taxa em todo o Brasil. 

Segundo Valdirene Oliveira, coordenadora geral de Vigilância em Saúde de Roraima, a baixa adesão ao isolamento por parte da população é o principal fator para a alta incidência da Covid-19. “O estado não possui um isolamento eficaz. No início da pandemia, havia uma taxa de mais de 60%, mas nos últimos meses estamos verificando um déficit grande.” 

No outro extremo do país, no Nordeste, Sergipe aparece em primeiro lugar como o estado da região com a maior incidência de registros (2.796 casos por 100 mil habitantes) e de óbitos (87,1 mortes por 100 mil habitantes) da Covid-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o estado acumula 66.810 mil registros da doença e 1.670 mortes.

Sergipe é a menor unidade da federação do País, em comprimento. Marco Aurélio, diretor de Vigilância em Saúde do governo estadual, argumenta que a baixa extensão territorial contribuiu para os altos índices da Covid-19. “Justamente por ser um estado pequeno, a transmissão foi rápida nos municípios”, explica. 

Evolução

Hemerson Luz, médico especialista em doenças infecciosas, afirma que ao se fazer análises sobre as taxas de contaminação é preciso avaliar a progressão da doença desde o início da pandemia. “Devemos levar em conta como está ocorrendo a disseminação da doença e lembrar que, apesar de ter uma alta taxa de incidência, o Brasil possui também um índice de pacientes recuperados elevado.”

Segundo o Ministério da Saúde, até 13 de agosto, o índice de infecção da Covid-19 no país era de 1.534,6 casos e a taxa de mortalidade era de 50,2 óbitos por 100 mil habitantes. (Brasil 61)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Geral

Declarações de Aptidão do Pronaf são prorrogadas

Publicado

em

Foi prorrogado o prazo de validade das Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAPs) devido à pandemia da Covid-19. A notícia veio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF). A Portaria n° 129, publicada no Diário da União estabelece que será prorrogada por 6 meses a vigência das declarações com vencimento entre os dias 24 de setembro e 31 de dezembro de 2020. Para as declarações que expiram entre os dias 1º de janeiro de 31 de março de 2021, a validade será estendida por 3 meses.

As alterações serão realizadas diretamente nas DAPs, de forma automática, e poderão ser consultadas no “Extrato DAP” que está disponível no endereço eletrônico do ministério. Em março, o Mapa já havia feito uma primeira prorrogação da validade das declarações por causa da pandemia. A medida ocorre com o objetivo de evitar que os agricultores se dirijam até os órgãos e entidades emissoras para renovar o documento. A decisão leva em consideração o estado de calamidade pública, causado pela Covid-19. (Brasil 61)

Continue lendo

Geral

Exploração de garimpos ilegais em Terras Ianomâmi é combatido

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça, 29, a operação Dominus, com o objetivo de investigar uma associação criminosa que estaria envolvida na exploração de garimpos ilegais na Terra Indígena Ianomâmi.

São cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em Boa Vista/RR, expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal em Roraima, após representação da Autoridade Policial e manifestação favorável do MPF.

O Inquérito Policial identificou um suspeito que seria responsável por garimpos ilícitos na Terra Indígena Ianomâmi e proprietário de maquinário que operaria na região, em Roraima. Segundo as investigações, o suspeito contaria com dezenas de pessoas trabalhando sob sua autoridade e operando equipamentos de sua propriedade nas lavras irregulares.

Os mandados são relacionados, também, a outros integrantes que participariam da logística dos negócios, não apenas do suspeito, mas atuariam como responsáveis pelo depósito e transporte de insumos para garimpos na região.

Os suspeitos são investigados por crimes de Garimpo Ilegal (art. 55 da lei 9.605/98), Usurpação de Bem da União (art. 2º da lei 8.176/91), Transporte Ilegal de Combustível (art. 56 da lei 9.605/98) e por Associação Criminosa (art. 288 do Código Penal).

Continue lendo

Geral

Desentendimento no interior de Goiás acaba com homem queimado vivo

Publicado

em

Um homem de 29 anos morreu depois de ter 80% do corpo queimado durante um incêndio, na madrugada de domingo (27), em Maurilândia, no sudoeste do estado. A vítima estava dormindo quando um incêndio supostamente criminoso atingiu a casa em que ele estava. Ele foi socorrido, mas faleceu no hospital.

Segundo o delegado que apura o caso, Adelson Candeo, o namorado da vítima brigou com um cunhado, que é apontado pela investigação como o principal suspeito de atear fogo na casa. A intenção era atingir o parente, mas ele não estava na residência no momento do incêndio.

O namorado da vítima foi levado para a delegacia como testemunha. Foi ouvido e liberado pela polícia. O suspeito não foi localizado até às 17h deste domingo.

“O principal suspeito é o cunhado do dono da casa, com quem ele deve uma discussão mais cedo. A vítima que não tinha nada a ver com essa discussão é quem acabou falecendo. Ela estava no local e acabou sendo vítima do incêndio”, explica o delegado.

Briga motivou incêndio

De acordo com o delegado, o namorado da vítima se envolveu em uma briga com um cunhado, na noite de sábado (26), e depois, durante a madrugada, esse homem teria colocado fogo na casa.

O incêndio começou no quarto e atingiu a cama, o colchão e as cortinas. A polícia esteve no local fazendo perícia e vai ouvir outras testemunhas do caso.

“A vítima já estava embriagada, chegou embriagada, e provavelmente não conseguiu se desvincular das chamas. O colchão pegou fogo, o quarto pegou fogo, a cortina, todos os objetos ao redor dele começaram a pegar fogo.” (G1)

Continue lendo
publicidade Bronze