- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 25 / abril / 2024

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Tocantins e Maranhão despontam como potências energéticas com investimentos recordes em linhas de transmissão

Mais Lidas

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizou um leilão para construção e manutenção de 6,4 mil quilômetros de linhas de transmissão em 14 estados, incluindo o Tocantins e o Maranhão, na Amazônia. O investimento previsto é de R$ 18,2 bilhões em 69 empreendimentos, gerando cerca de 34,9 mil empregos diretos.

O leilão teve um deságio médio de 40,78%, resultando em uma economia de R$ 30,1 bilhões para o consumidor. Os prazos para operação comercial variam de 36 a 72 meses, com concessões por 30 anos. O ministro de Minas e Energia destacou o papel do setor na transformação econômica e social, enquanto o diretor-geral da Aneel enfatizou a importância da transmissão para lidar com a crescente produção de energia renovável.

Diversas empresas arremataram lotes, como a Eletronorte, focada na expansão da rede básica no Nordeste, e a FIP Development Fund Warehouse, para a expansão do sistema de transmissão no Nordeste e em Minas Gerais. A EDP Energias do Brasil também adquiriu lotes para o escoamento de energia no Nordeste e Amazônia, abrangendo estados como Piauí, Tocantins, Bahia e Maranhão.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias