- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 14 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

UNITINS comemora crescimento no número de matrículas ativas

Mais Lidas

A Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS) coleciona novas conquistas. A Universidade registrou no início do ano letivo 2024.1, aumento de 108% no número de matrículas ativas, em relação ao ano de 2021, consolidando a posição de instituição de ensino superior que mais cresce no Estado. Outro dado que comprova o bom desempenho da Universidade é o nível da concorrência do processo de seleção, cada vez mais concorrido, o que indica que a UNITINS é cada vez mais procurada por quem deseja ingressar no ensino superior. O Vestibular 2024.1 registrou novo recorde, com mais de 14 mil candidatos inscritos para concorrer às 1.920 vagas ofertadas.

O ano de 2021 é considerado um divisor de águas na história da UNITINS devido à implantação do curso de Medicina, no Câmpus Augustinópolis, e por ser o primeiro ano de funcionamento do Câmpus Paraíso. Naquele ano, foram efetivadas 2.304 matrículas, contra 4.784, neste primeiro semestre, que estão distribuídas em 21 cursos de graduação, espalhados por todo o Estado, em cinco câmpus e 15 polos do Projeto de Interiorização Universitária Tecnológica (TO Graduado).

“Os números expressivos que a UNITINS apresenta espelham todo um trabalho sério, qualitativo que nós fazemos aqui, fortalecendo o Ensino, envolvendo os alunos em Pesquisa e Extensão; investimentos em estrutura e tecnologia e formação dos professores que tem sido uma prioridade”, comenta a professora Alessandra Ruíta Czapski, pró-reitora de Graduação.

Para a pró-reitora, o grande número de alunos matriculados aumenta ainda mais a responsabilidade da Instituição. “Destaco que todos os processos que são desenvolvidos contribuem para uma formação qualitativa e reforça a nossa identidade como instituição vocacionada para contribuir com o desenvolvimento do Estado por meio da formação de profissionais habilitados para enfrentar os novos desafios”, finaliza.

A vice-reitora, professora Darlene Teixeira Castro, ressalta que o aumento significativo do número de matrículas ativas na UNITINS é fruto de um trabalho conjunto envolvendo todos os setores da Universidade. “Um dos objetivos da nossa gestão é trabalhar de forma integrada em que o nosso acadêmico é a razão de ser da nossa Universidade. O aluno sendo a razão de ser da nossa Universidade todas as ações que são desenvolvidas são em prol da sua permanência. Todos os projetos de Ensino, de Pesquisa e de Extensão têm esse objetivo”, defende.

O reitor Augusto Rezende aponta pelo menos quatro fatores para essa guinada de crescimento da UNITINS e que, segundo ele, aos poucos vai retomando a sua importância estratégica para o desenvolvimento do Tocantins: a realização de vestibular no meio do ano, buscando atender demanda represada; implantação do Câmpus Paraíso, seguindo o planejamento do Governo do Estado; abertura do curso de Medicina, no Câmpus Augustinópolis, inserindo o Bico do Papagaio no contexto da expansão da educação superior; e a implantação do Projeto de Interiorização Universitária Tecnológica (TO Graduado), o maior programa de inserção ao ensino superior do país.

Para o reitor, a conquista é resultado do trabalho ousado da Universidade que tem buscado ocupar espaço em regiões carentes de ensino superior no Estado. “A UNITINS trabalhou dentro desta visão, discutindo com o governo do Estado, contando com o entusiasmo do governador Wanderlei Barbosa, da Assembleia Legislativa, com o intuito de chegar às regiões onde a Universidade é importante. Como ampliação nas áreas de saúde, implantação de um novo câmpus para atender a comunidade do Vale do Araguaia e o TO Graduado, presente em todo o Estado. Tudo isso equilibrando a qualidade das nossas aulas, dos resultados, dos nossos indicadores, sempre crescente, para entregar um profissional bem formado, não apenas em quantidade, mas um profissional de qualidade para inserção no mercado de trabalho”, destaca.

Augusto Rezende faz questão de enfatizar que essa é a missão da UNITINS contribuir com o desenvolvimento sustentável do Estado do Tocantins. “A UNITINS comemora esses números sabendo que é um trabalho de várias equipes, de um timaço de colaboradores, de professores e técnicos administrativos que trabalham bastante para construir essa Universidade que avança cada dia mais”.

Para o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, isso valida a missão do Governo do Estado de oportunizar o acesso ao ensino superior e de investir na educação. “Desde que assumimos a gestão do Governo do Tocantins em 2021, temos a Educação como prioridade, pois acreditamos nela como ferramenta de transformação na vida dos tocantinenses. Este excelente aumento no número de alunos da UNITINS mostra o quanto todas as medidas e esforços, juntos, estão refletindo em mais pessoas com acesso à educação pública e tendo suas vidas e famílias transformadas”, destacou o governador.

Bolsas de estudo

A gestão destaca a concessão de bolsas por meio de vários programas que beneficiam diretamente acadêmicos que desenvolvem atividades de Pesquisa, Extensão e Monitoria, dentro da política de apoio à permanência do estudante em sala de aula.

O total de bolsas passou de 1.227, em 2022, para 2.447, em 2023, segundo dados da Pró-Reitoria de Administração e Finanças (Proaf).

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias