Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Missionário Jonas Araújo reclama de falta de ambulância no Hospital Municipal

Publicado

em

Recém-nascida sendo transportada para Augustinópolis

Recém-nascida sendo transportada para Augustinópolis

O missionário, Jonas Araújo, da igreja Assembleia de Deus, acusa o Hospital Municipal de Araguatins, de não prestar atendimento adequado a um parente seu, que buscou os serviços da unidade hospitalar na segunda-feira, 11. O caso seria falta de ambulância para transferir a recém-nascida, Ana Luiza, para o Hospital Regional de Augustinópolis.

Segundo o relato do religioso, sua parente e gestante, Yara Laryssa Pereira dos Santos Araújo, sentiu dores de parto por volta das 8h e foi levada ao Hospital Municipal, entrando em trabalho de parto. Logo após o nascimento a bebê começou a ter complicações respiratórias e necessitou de locomoção rápida para a cidade de Augustinópolis, mas segundo o missionário, não havia ambulâncias disponíveis para transportar a paciente.

jonas araújo

Missionário Jonas Araújo

Ainda conforme relatos do missionário, a recém-nascida teria começado a ficar roxa, fato que causou desespero na família e uma pessoa teria se comovido com a situação e oferecido um veículo particular para transportar a bebê até Augustinópolis. Conforme o religioso narra, o pai Lucas Araújo, teve de levar a recém-nascida nos braços, acompanhado por dois profissionais de saúde, o avô materno e a avó paterna com um balão de oxigênio.

Em Augustinópolis a recém-nascida foi encaminhada para uma UTI e seu quadro de saúde está normalizado.

O outro lado

Nossa equipe procurou a direção do Hospital Municipal para comentar o assunto. A diretora, Valdenisa Morais, disse que a unidade hospitalar é de pequeno porte e que não estaria totalmente equipada para a realização de partos em situações normais, fato que obriga a unidade transferir os casos para o Hospital Regional de Augustinópolis. No fato especifico da gestante Yara Laryssa Pereira dos Santos Araújo, Valdenisa esclareceu que ela já chegou no período expulsivo, obrigando o parto ser feito ali mesmo no Hospital Municipal, sendo que todo o apoio foi dado.

Sobre a questão da falta de ambulância para transferir a recém-nascida para Augustinópolis, Valdenisa disse que o missionário comete uma injustiça a não relatar o acontecimento da forma correta. A diretora explicou que a ambulância do hospital estava em trânsito com outro paciente, mas que um outro veículo da Unidade, foi colocado a disposição da família, assim como dois profissionais de Saúde, para fazer e acompanhar o transporte, mas que eles preferiram utilizar um veículo particular e aceitaram o acompanhamento profissional. “Realmente não tinha ambulância naquele momento, pois estávamos em atendimento de outro caso também de urgência. Mas disponibilizamos outro veículo e dois profissionais. Eles aceitaram os profissionais e preferiam levar em um carro particular”, disse a diretora.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Adolescente confessa assassinato na Ilha de São Vicente e diz que crime foi ritual de facção criminosa

Publicado

em

A Polícia Civil do Tocantins, por meio de uma ação conjunta com a Polícia Militar, deflagrou, nesta quarta-feira, 2, em Araguatins a operação “Linha de frente”. O objetivo foi dar cumprimento a um mandado de internação de um adolescente de 17 anos de idade, que é suspeito de ser o autor de vários atos infracionais análogos a tráfico de drogas, e furtos a residências.

Coordenada pelo delegado-chefe da 1ª Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Vulneráveis (1ª DEAM-V) de Araguatins, Eduardo Morais Artiaga, a operação Linha de Frente deflagrada nesta quarta-feira já estava sendo realizada pelas equipes da unidade especializada há algumas semanas devido aos fortes indícios levantados e que apontavam o adolescente infrator com sendo o autor dos atos infracionais mencionados.  Desse modo, foi representado junto ao Poder Judiciário por sua internação, sendo que o pedido da Polícia Civil foi deferido e autorizado pelo Juízo da Vara da Família, Sucessões e da Infância e Adolescência de Araguatins.   

A autoridade policial asseverou que na ocasião da apreensão foi localizado em poder do menor seis envelopes de cocaína, seis envelopes de crack, mais uma porção de cocaína que seria fracionada, além da quantia de R$ 395 reais, em dinheiro oriundo da comercialização de entorpecentes. Ao ser ouvido pela autoridade policial, o adolescente confessou que também é o autor do homicídio do corpo encontrado no dia 17 de novembro de 2020, na Ilha São Vicente, no município de Araguatins, cadáver que encontrava-se em avançado estado de decomposição.

Apurou-se ainda que o homicídio foi motivado em virtude do batizado do referido adolescente em uma facção criminosa, que tem suas lideranças na capital maranhense e ramificações em Imperatriz-MA. Após a realização das providências legais cabíveis, o menor será recolhido ao um dos centros de Internação para Menores Infratores do Estado.

O delegado Eduardo Artiaga esclarece que a operação teve origem devido ao grande fluxo de processos envolvendo menores em Araguatins, sendo que, com o caso de hoje, sobe para cinco o número de adolescentes infratores apreendidos pela Polícia Civil na cidade. (Rogério de Oliveira)

Continue lendo

Bico do Papagaio

Futuros prefeitos buscam regularização fundiária de Aguiarnópolis, Luzinópolis e Maurilândia

Publicado

em

Prefeito eleito de Luzinópolis, João Português e vereador Carlos Santa Helena com o juiz Océlio Nobre

Prefeitos eleitos dos municípios de Luzinópolis, João Português (PODE); de Aguiarnópolis, Professor Wanderly (MDB) e de Maurilândia, Rafael Maracaípe (MDB), estiveram esta semana passada em Palmas, já buscando iniciativas para colocarem em prática nas novas gestões.

Um dos pontos importantes, averiguado pelos futuros gestores, foi junto ao Tribunal de Justiça do Tocantins, onde estiveram em audiência com o juiz auxiliar, Océlio Nobre, onde trataram acerca da regularização fundiária dos municípios.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Axixá e São Bento tem mortes por Covid-19 confirmadas

Publicado

em

Mais duas mortes por Covid-19, no Bico do Papagaio, foram oficializadas pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio de seu Boletim Epidemiológico, nesta quarta, dia 2. Os óbitos foram em Axixá, ocorrida em 19 de julho e em São Bento, no último dia 24 de novembro.

A vítima de Axixá, foi uma mulher de 77 anos, sem comorbidades. Ela morreu no Hospital INCOR Santa Mônica, na cidade de Imperatriz, na região Tocantina, estado do Maranhão.

Já a vítima de São Bento, também era mulher, de 33 anos, com hipertensão. Ela faleceu no Hospital Regional de Augustinópolis.

Continue lendo
publicidade Bronze