- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 24 / maio / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUATINS: Polícia Civil deflagra mais uma fase da operação Hórus e prende homem por posse ilegal de arma de fogo

Mais Lidas

Dando continuidade as ações de combate à criminalidade, que vem sendo deflagradas em todo o Estado do Tocantins, na tarde desta terça-feira, 6, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de uma ação conjunta desencadeada pela 10ª Delegacia de de Araguatins, com apoio do Grupo de Operaçãos Táticas Especiais (GOTE), efetuou a prisão de um homem por posse ilegal de arma de fogo.

De acordo com o delegado-chefe da 10ª DP, Teofábio Alves Siqueira, a ação é mais um desdobramento da operação Hórus, na cidade localizada no extremo Norte do Estado, e teve por objetivo dar cumprimento a três mandados de buscas e apreensões na localidade denominada de Ilha São Vicente, situada no rio Araguaia. “Os levantamentos do investigadores da 10ª DP apontaram que haviam pessoas envolvidas com uma série de conflitos agrários referentes a invasões de ilhas no rio Araguaia, o que poderia resultar em episódios violentos”, explicou a autoridade policial.

Na ocasião, os policiais civis efetuaram a prisão de um indivíduo de 37 anos pela prática do crime de posse ilegal de arma de fogo. O indivíduo, que também é presidente da Associação Vila Jerusalém dos Ribeirinhos, é apontado como o pivô de vários conflitos pela posse de terras da ilha. Desse modo, ele foi conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil em Araguatins e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, recolhido à Unidade Penal Regional da cidade, onde aguardará decisão da Justiça quanto à sua situação.

O delegado Teofábio ressalta que a ação foi de grande valia, uma vez que a pronta intervenção da Polícia Civil do Tocantins evitou que as disputas por terra pudessem evoluir para ações violentas, incluindo crimes contra a vida. “A resposta da Polícia Civil, por meio da ação realizada hoje, é de que não vamos tolerar ações que ocorreram às margens da lei e que coloquem em risco a vida e a integridade física de inocentes. Nesse contexto, a operação de hoje demonstra que a Polícia Civil do Tocantins está atenta e vigilante no sentido de conter qualquer ato que possa representar ameaça a população”, frisou.

Na ocasião, o delegado também aproveitou a oportunidade para agradecer a ação dos policiais civis da 10ª DP e também o apoio das equipes do Grupo de Operações Táticas Especiais, unidade tática de elite da PC-TO.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias