Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Workshop sobre Educação Fiscal capacita educadores do Bico

Publicado

em

Capacitar os coordenadores e professores e incentivar os municípios a implantarem o Programa Municipal de Educação Fiscal são os principais objetivos do Workshop sobre Educação Fiscal, que está sendo realizado em diversos municípios do Tocantins. Nesta quarta, 18, o evento aconteceu em Araguatins, na Diretoria Regional de Ensino.  “Nossa meta é visitar os municípios tocantinense, capacitando o maior número possível de coordenadores e professores, que trabalham com o Ensino Fundamental”, afirma a coordenadora do Gefe Tocantins, Andreia Feitosa.

Sobre a temática foram apresentadas as palestras ‘Um olhar para a cidadania na escola’, pelo professor e gerente de Educação Profissional da Secretaria da Educação, Juventude e Esportes – Seduc, Josiel Gomes dos Santos;  apresentação dos programas ‘Nacional e Estadual de Educação Fiscal’, por Andreia Feitosa e Elmírian Guedes, gerente de capacitação da Egefaz.

Além das palestras, os professores participaram da oficina ‘Educação Fiscal no Currículo Escolar’, com a professora e Assessora Técnica da Seduc, Nelma Maria Matias Pinheiro. Para a coordenadora pedagógica da Escola Municipal Marigá, Ejucélia Pereira Mota, a oficina foi um momento rico para todos os coordenadores e professores. “A oficina trouxe informações valiosas que nos permitiu perceber a importância da Educação Fiscal na escola e no processo ensino aprendizagem, alinhando os conteúdos apresentados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, diz Ejucélia Mota.

“É muito importante tanto para Araguatins como para todos os municípios do Estado trabalhar o tema Educação Fiscal em sala de aula. Assim, estaremos ajudando a formar cidadãos conhecedores dos seus direitos e deveres, participativos e conscientes de onde vêm e para onde vão os tributos pagos pela sociedade”, destaca o vereador e orientador educacional do Município, Leocy Ferreira Mota.

“O que? Por quê? Para que? Onde aplicar? A partir das respostas dessas perguntas conseguimos perceber a importância de desenvolver nas escolas a cultura da Educação Fiscal e também de exigir o documento fiscal no ato da compra de produtos e serviços”, explica Janilene Sousa, técnica em Educação Fiscal da regional de Tocantinópolis.

Tendo como tema ‘Caminhos para a Educação Fiscal na Escola’, o Workshop é uma ação conjunta da Secretaria da Fazenda e Planejamento e Secretaria da Educação, Juventude e Esportes e executado pela Escola de Gestão Fazendária Antônio Propício de Aguiar Franco, por meio do Grupo Estadual de Educação Fiscal do Tocantins (Foto: Antônio Gonçalves)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Ocupação de UTI’s Covid no Bico seguem baixas. Internações clínicas sobem

Publicado

em

A taxa de ocupação dos leitos hospitalares nos Hospitais Regionais da região do Bico do Papagaio, experimentaram alta relevante na ala clínica na última semana. Os leitos clínicos estão disponibilizados no Regional de Augustinópolis e Xambioá.

Em Augustinópolis a taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 92% e em Xambioá 73%.

Os leitos de UTI, que estão todos em Augustinópolis, estão com ocupação de 50%, nesta segunda-feira, 26.

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Vacinação Covid para 30 anos começa nesta segunda, 26

Publicado

em

Começou nesta segunda, 26, a vacinação Covid para o público geral, a partir dos 30 anos, no município de Tocantinópolis, no Bico do Papagaio.

O horário de vacinação é até às 13h, nas Unidades Básicas de Saúde.

É importante levar o cartão SUS, cartão de vacinação e CPF.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Gestores têm novas orientações para gastos dos recursos da Lei Aldir Blanc

Publicado

em

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) publicou notas técnicas de orientação aos gestores das cidades para solicitação de recursos aos estados da Lei Aldir Blanc. 

Os municípios terão até o dia 31 de dezembro para investirem os recursos da Lei Aldir Blanc previstos para este ano. Além disso, os Estados foram autorizados a repassarem os recursos aos municípios que não solicitaram verbas da Lei Aldir Blanc para 2020 e o prazo para prestação de contas foi estendido até 2022. 


A Lei Aldir Blanc cria o auxílio financeiro ao setor cultural e apoia profissionais do setor cultural. Ao todo, mais de R$ 3 bilhões foram destinados aos estados e municípios e, a princípio, deveriam ser gastos até julho de 2021. 

As notas técnicas de orientação para uso e prestação de contas dos recursos da Lei Aldir Blanc está no site da CNM. 

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze