Deve ser pautada para esta semana a sessão de julgamento que pode cassar os vereadores, Luizinha (PP), Toinho (PTB), Antônio Barbosa (SD), Antônio Queiroz (PSB), Neguin da Civil (MDB), Ozeas (PR), Nildo Lopes (PSDB), Ângela da Rapadura (PSDB), Marcos da Igreja (PRB) e Vaguin do Hospital (MDB), do município de Augustinópolis, no Bico do Papagaio, todos envolvidos na Operação conjunta da Polícia Civil e Ministério Público, denomina Perfídia, que desvendou um esquema de corrupção envolvendo os parlamentares.

Uma reunião nesta segunda-feira, 10, entre a presidência da Casa de Leis e a Comissão Processante, deve definir a data da sessão.

Os 10 vereadores são investigados por conta de um suposto recebimento de propina para aprovar projetos enviados pela Prefeitura Municipal. Segundo a investigação, o esquema movimentava cerca de R$ 40 mil por mês. Os parlamentares estão afastados por 180 dias.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.