Sem atender os requisitos do contrato na composição do asfalto construído, uma empresa e Prefeituras são suspeitas de montarem um esquema de corrupção e desvio de dinheiro público proveniente das obras.

Hoje, segunda, dia 4, a Polícia Civil do Tocantins, que vem se especializando em combater corrupção, cumpre quatro mandados de busca e apreensão na sede da Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação do Governo do Tocantins e uma prisão em um prédio em Palmas.

O principal alvo seroa um empresário dono de uma usina de asfalto com contratos com o governo estadual e vários municípios.

Os mandados foram emitidos pela Justiça de Alvorada, no sul do estado.

Nome dos envolvidos ainda não foram anunciados.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.