- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 22 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

Hospital de Referência de Augustinópolis completará 29 anos

Mais Lidas

Com uma população de 15.965 habitantes em 2010, de acordo com censo demográfico realizado pelo IBGE, o município de Augustinópolis vai celebrar os 29 anos de existência de seu Hospital de Referência, fundado em novembro de 1982. Desde o dia 1º de setembro deste ano, dos 19 hospitais do estado, 17 deles são administrados pela Pró-Saúde, mas a unidade de Augustinópolis é uma das administradas pela Secretaria de Saúde do Estado (SESAU) .

Preocupada com a saúde da população, a unidade possui 110 leitos de internação e 10 leitos de observação, considerando que, desta quantidade citada, dois leitos são UCI – Unidade de Cuidados Intermediários e seis leitos são UCI neonatologia.

No hospital são disponibilizadas 19 especialidades como: anestesiologia, cardiologia, cirurgia cabeça e pescoço, cirurgia oncológica, cirurgia pediátrica, endocrinologia, ginecologia, mastologia, neurologia, pediatria, proctologia, obstetricia, oftalmologia, radiologia, cirurgia vascular, traumato-ortopedia, urologia clínica médica e dermatologia.

Neste ano o hospital conta com novos serviços tais como: proctologia, ambulatório de cirurgia pediátrica, cirurgia de cabeça e pescoço, além de exames de endoscopia digestiva alta e retossigmoidoscopia (exame endoscópico das regiões do ânus, reto e porção final do intestino grosso).

O usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) também pode contar com atividades extras ofertadas pela unidade: serviço social, psicologia, nutrição, terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia e odontologia.

O hospital realizou até a segunda quinzena de setembro de 2011, 953 cirurgias eletivas e 1.720 cirurgias urgência/emergência. A unidade dispõe de 525 servidores dos quais 373 são ligados a assistência.

Segundo o diretor geral do HRA, Ho-che-min Silva de Araújo, houve um aumento na disponibilidade de serviços. “Na administração do Governador Siqueira Campos foram ampliados todos os serviços oferecidos pela unidade, um exemplo disso foram as ultra-sonografias, que antes somavam uma média de 180 por mês e agora passaram para 488”, explica o diretor.

O Hospital de Augustinópolis é referência para os municípios de: Aguiarnópolis, Ananás, Araguatins, Axixá do Tocantins, Cachoerinha, Buriti do Tocantins, Praia Norte, Sítio Novo, Itaguatins, São Miguel, Carrasco Bonito, Sampaio, São Sebastião, Esperantina e São Bento. Além das demandas espontâneas dos Estados do Maranhão (Porto Franco, Imperatriz) e Pará (Brejo Grande, Palestina, Marabá e São Domingos).

- Publicidade -spot_img

1 Comentário

Assinar
Notificar-me
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme

E muito interessante quando os números do governo distorcem a realidade, não foram comentados a necessidade de leitos, a precariedade da estrutura do Hospital, a grande espera para o atendimento, a quantidade insuficiente de médicos, o sofrimento dos pacientes que não tem garantido ao seu direito a saúde, e todo o resto da carnificina que se tornou o Hospital Regional de Augustinópolis, que trabalha com uma estrutura incapaz de suportar a quantidade de casos que recebe das cidades acima citadas. Que pena que o governo não demonstra essa realidade nua e crua, e não mostra o que está fazendo para garantir o direito a saúde das pessoas que dependem desse Hospital. A situação e muito triste, diferente dos dados que apresentam números que não garantem nem a metade para o bom funcionamento do Hospital.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias