Connect with us

Bico do Papagaio

No Bico, ATR continua com operação de fiscalização do transporte

Publicado

em

Fiscalização nos municípios de Araguatins e Augustinópolis

Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR) está realizando durante todo o mês de julho, na região norte do Estado, a Operação de Férias.

A operação tem como objetivo a coibição do transporte clandestino, garantir a segurança aos passageiros, verificação do cumprimento da legislação do fornecimento da passagem do idoso (Lei Federal nº 10.741, de 01 de outubro de 2003 e a Lei Estadual nº 2.001, de 17 de dezembro de 2008), cumprimento do horário e as condições dos veículos quanto ao cadastro, além de orientar a prestação de serviços do transporte rodoviário intermunicipal.

A operação vem sendo desenvolvida nos municípios de Araguatins, Augustinópolis e Xambioá.

Para a presidente da ATR, Juliana Matos, “essas operações ocorrem rotineiramente, porém nesse período, estamos intensificando para garantir a segurança das pessoas. Nosso estado possui grandes belezas naturais, mas para aproveitarmos tudo isso, é fundamental termos segurança. Com esse intuito, estamos estruturando a agência para otimizar o processo e garantir a participação ativa dos usuários. Contamos com o apoio de todos! Transporte público é coisa séria e, sem o devido cuidado, pode colocar em risco o que temos de mais importante, nossa vida e de nossa família.”

Apreensão de carro clandestino em Xambioá

A ATR, como entidade reguladora dos serviços públicos de transporte rodoviário intermunicipal, ressalta que, o usuário também pode fazer a sua parte denunciando irregularidades. O atendimento pode ser feito nas salas de atendimento da ATR nos terminais rodoviários e por meio da Ouvidoria Geral do Estado no telefone 162 (ligação gratuita) ou no site www.ouvidoria.to.gov.br. Também é possível registrar a reclamação, denúncia, sugestão ou tirar dúvidas no e-mail [email protected]. (Com informações de Ravena Santiago)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Com modelo de parceria inovador, Complexo de Delegacias começa a ser construído

Publicado

em

Foi iniciada em Augustinópolis, no Bico do Papagaio, as obras para construção do Complexo de Delegacias da Polícia Civil.

A obra é resultado de parceria envolvendo órgãos do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário, local e estadual.

O projeto começou a ser rascunhado no final de 2018. No início de 2019, a Prefeitura Municipal realizou a doação da área para construção. Já no final de 2019, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, se reuniu com os deputados estaduais para tratar da construção do Complexo de Delegacias da Polícia Civil e solicitar a destinação de recursos para a obra.

O Complexo de Delegacias da Polícia Civil de Augustinópolis vai abrigar a 12ª Delegacia de Polícia Civil, a 13ª Delegacia de Polícia Civil e a 2ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e Vulneráveis (Deamv);

A licitação para construção do Complexo não teve previsão de lucro (BDI), sendo que a empresa vencedora vai realizar a construção da obra pública apenas e tão-somente com fins sociais. No valor da obra, foram descontados os valores referentes à utilização parcial da mão de obra voluntária dos presos, tendo como contrapartida o direito à remissão de pena, em observância aos fins educativos, produtivos e ressocializadores do trabalho.

Essa será a primeira Delegacia de Polícia Civil do Tocantins construída com essa forma de convênio entre a Polícia Civil e os outros poderes, instituições e particulares.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Fiscais de trânsito fazem protestos no Bico

Publicado

em

Profissionais do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), realizam no Bico do Papagaio, n amanhã desta segunda, 19, um protesto encabeçado por fiscais de trânsito, nas cidades de Araguatins e Augustinópolis, além de outras dez espalhadas por outras regiões do estado.

Eles cobram respostas do órgão quanto às reivindicações da categoria feitas à gestão a cerca de seis meses.

Os fiscais querem a criação de uma escala de trabalho, pagamento de gratificação por periculosidade e redaft (Ressarcimento de despesas juntamente com o salário). A categoria reclama que os ficais fazem muitas viagens por mês e que para isso recebem diárias que levam até dois meses para serem pagas pela gestão, o que dificulta e muito a vida dos servidores.

A reivindicação já foi feita, via ofício, pelo Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais (SISEPE-TO), a cerca de seis meses, mas até o momento, segundo alegam os manifestantes, nenhuma resposta foi dado pela gestão estadual sobre o assunto.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Veja os números da Covid-19 deste domingo, 18

Publicado

em

Continue lendo
publicidade Bronze