Connect with us

Bico do Papagaio

PALMEIRAS: Moradora acusa prefeita Nalva de tentar tomar lote

Publicado

em

Uma moradora da cidade de Palmeiras, no Bico do Papagaio, entrou na Justiça, contra a gestão da prefeita Nalva Braga, acusando a gestora de invadir um terreno de sua propriedade, para realizar uma obra pública. Dona Raimundinha como é conhecida, alega que tem sido desrespeitada pela gestora, que desafia usurpar um direito de posse.

A obra é uma praça nas mediações da Prefeitura.

O advogado Anderson Nunes, alega que o Poder Público pode, dentro da lei, requerer imóvel de qualquer cidadão, porém, a situação estaria em descordo com a legislação correspondente ao tema.

“Minha cliente é proprietária do terreno a mais 15 anos. A propriedade está devidamente comprovada com registro em cartório. Entramos com as medidas legais em fevereiro, mas devido a pandemia causada pelo Covid-19, não tivemos nossa audiência marcada, assim como os demais trâmites processuais estão em inércia. A prefeitura já está ciente da ação. Dona Raimundinha já foi procurada informalmente por colaboradores ligados a prefeita, que lhe propuseram um preço vil de R$ 5 mil pelo imóvel”, disse o advogado. Ele continuou, “Levando em consideração valor de mercado, por se tratar de um terreno no centro da cidade e mais o desgaste moral e gastos que a minha cliente teve, achamos que aguardar uma melhor proposta ou uma resposta do judiciário é mais prudente”.

O advogado salientou ainda, que a ação intransigente da prefeita, em sistematicamente desrespeitar o direito da moradora, vem desde o início da obra, causando transtornos. “Minha cliente está desde o momento do início da obra sofrendo violência patrimonial por parte do irresponsável Poder Executivo Municipal. Sendo que de acordo com a lei que regem a desapropriação, para iniciar a obra, deveria se ter o prévio aviso e a consequente indenização justa, antes do início da obra, tendo em vista que não se tratava de uma obra de caráter urgente com interesse público emergencial”.

Anderson Nunes ainda ressaltou que a autora nunca foi oficiada formalmente sobre a obra.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: No Bairro Boa Vista, mulher tem aparelho de som apreendido por incomodar vizinhos

Publicado

em

A Polícia Militar realizou por volta das 23h da noite dessa última sexta-feira, 25, a apreensão de um aparelho de som de uma mulher de 29 anos que acabou sendo detida, no Bairro Boa Vista em Augustinópolis, norte do Estado, acusada de perturbação do sossego alheio.

A Polícia Militar recebeu uma denúncia, via 190, sobre uma mulher que estaria com uma caixa de som ligada em volume muito alto e que estaria perturbando o sossego daquela comunidade.

Além de ter o aparelho de som apreendido, a mulher também foi notificada a comparecer em juízo e prestar os devidos esclarecimentos pela perturbação do sossego alheio, crime tipificado conforme Artigo 42, III da lei 3.688/41 Leis das Contravenções Penais (LCP). Toda a ação foi registrada por meio de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Ex-vereador Valério Aguiar morre aos 81 anos

Publicado

em

Após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em sua fazenda da zona rural de Araguatins, no Bico do Papagaio, o ex-vereador e ex-presidente da Câmara, Valério Aguiar, faleceu na noite deste domingo, 27, em um hospital particular da cidade de Imperatriz, no sul do Maranhão, onde estava internado há cerca de 19 dias.

Valério foi vereador no mandato 1993/1996.

Considerado homem pacificador em sua militância política, Valério tinha apreço pela cultura popular e pela história do Brasil. Apaixonado por política e sempre atento aos seus acontecimentos em todas as esferas. Valério Aguiar foi um grande desbravador e deixa o legado de homem honesto, trabalhador, e que muito contribuiu para o desenvolvimento de Araguatins.

Valério foi casado por 61 anos, teve 7 filhos, 20 netos e 4 bisnetos.

O sepultamento será às 17h, no Cemitério Municipal de Araguatins.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Veja os números da Covid-19 deste domingo, 27

Publicado

em

Continue lendo
publicidade Bronze