Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Professores e funcionários da Educação Municipal participam de ato contra a PEC 55

Publicado

em

dsc_0575

Professores e trabalhadores em educação de Tocantinópolis paralisaram as atividades nesta sexta-feira (11), em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que prevê congelamento dos gastos públicos por 20 anos. O protesto dos educadores aconteceu no Campus da Universidade Federal do Tocantins, e contou com o apoio dos acadêmicos do “Movimento Ocupa UFT”.

O ato foi organizado pelo Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de Tocantinópolis (Sinpeem), onde os trabalhadores em educação se mobilizaram participando de uma palestra sobre os impactos da PEC 55, mediada pelo docente da UFT, prof. Dr. Joedson Brito.

O encontro que reuniu mais de duzentos profissionais, objetivou dizer não ao retrocesso que o governo Temer vem designando em desfavor da educação, prejudicado obviamente, a população brasileira menos favorecida. O ato dos educadores também é contra a MP 746, que modifica o Ensino Médio e pode acarretar prejuízos à educação do Brasil.

Sobre a reforma do ensino médio, ele diz que a proposta exclui as disciplinas filosofia, artes, educação física, sociologia e espanhol.
Segundo Joedson Brito, “a PEC faz um congelamento dos investimentos na área de educação e saúde. As correções são limitadas à inflação. Sendo aprovada, a PEC acarretará em inúmeras consequências para o país, retrocedendo as conquistas obtidas ao longo de anos de lutas”, frisou.

Já a presidente do Sinpeem, Gisele Guimarães disse que a luta é de todos,visto que está associada ao bem coletivo de toda a população. “Resolvemos aderir à paralisação nacional e protestar pela não aprovação da PEC 55. Acredito que agindo juntos podemos obter resultados satisfatórios em benefício da sociedade do país”, destacou.

Durante o dia de paralisação nacional, todas as escolas da rede municipal de Tocantinópolis tiveram suas atividades suspensas. (Dirceu Leno)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Novas cenas de violência entre moradores são registradas no centro da cidade

Publicado

em

O FATO OCORREU NESTA TERÇA, DIA 20.
Continue lendo

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Homem é encontrado morto no meio da rodovia

Publicado

em

Um homem identificado como Silvan de Sá Silva, de 31 anos, foi encontrado morto nno km 25 da TO-164, na zona rural do município de Xambioá. A suspeita é que ele tenha sido vítima de atropelamento e arremessado a vários metros de distância.

O homem estava caído no meio da rodovia, na manhã desse domingo (18). A vítima apresentava um corte na cabeça com afundamento no crânio e havia muito sangue espalhado na pista.

A Polícia Científica realizou os trabalhos periciais a fim de desvendar o que realmente ocorreu no local.

O tio da vítima disse à polícia que esteve com Silvan no período da tarde ingerindo bebida alcóolica no Assentamento Grota do Lage. Depois, eles foram para a cidade de Araguanã. Contudo, já no período da noite, volta das 21h, Silvan teria pedido a motocicleta do tio emprestada para sair com uma garota não identificada. 

Um funcionários de uma empresa disse que passou pelo local do acidente por volta das 22 horas de sábado (17) e viu uma motocicleta estacionada com duas pessoas ao lado do veículo, mas não soube informar se uma delas era a vítima.

A motocicleta estava a uns 50 metros de distância do corpo, e apresentava alguns danos. Também havia dois capacetes e um par de sandálias. (AF Notícias)

Continue lendo

Bico do Papagaio

Novas mortes por Covid-19 são confirmadas em Tocantinópolis, Augustinópolis e São Sebastião

Publicado

em

Os Boletins Epidemiológios das Secretarias Municipais de Saúde de Tocantinópolis e Augustinópolis, seguem divergindo, na comparação com o da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tanto em quantidade de casos notificados, quanto a de mortes, o que deixa clara a falta de sintonia entre os órgãos de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde de Augustinópolis, confirmou na noite desta segunda, 19, duas novas mortes, elevando para 23 óbitos acumulados. As mortes foram de duas mulheres, sendo uma delas o da professora, Janaína Amorim Soares, de 48 anos, que ocorreu no sábado, 17. No outro caso, a vítima tinha 57 anos, também não tinha nenhuma comorbidade, estava na UTI do Hospital Regional de Augustinópolis (HRAug) e acabou morrendo na segunda, 19. O Boletim desta terça, dia 20, da SES, traz apenas a morte da mulher de 57 anos e no acumulado geral, diz que Augustinópolis tem 20 óbitos pela doença, ou seja, 3 a menos que o informado no Boletim da Secretaria Municipal.

Já em Tocantinópolis, a SES em seu Boletim desta terça, aponta uma nova morte, sendo de um homem de 90 anos, que faleceu na segunda, 19, no HRAug. O Boletim da Secretaria Municipal apontou na segunda, 19, duas mortes, mas não trouxe detalhes sobre as vítimas. O Boletim municipal diz que existem 32 óbitos acumulados, enquanto o estadual mostra 31.

A morte em São Sebastião foi apontada pela SES, como sendo de uma mulher com 63 anos, que faleceu no dia 16 de abril, no Hospital Regional de Augustinópolis. Os dados municipais apontam 5 mortes, enquanto o estadual 3.

Quando a assunto é de casos de pessoas que pegaram a doença, desde o início da pandemia, os números também divergem:

Tocantinópolis Municipal: 1.895 | SES: 1.829
Augustinópolis Municipal: 1.217 | SES: 1.281
São Sebastião Municipal: 513 | SES: 458

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze