Connect with us

Bico do Papagaio

Unitins faz balanço de 2019 e pontua foco na melhoria da qualidade do ensino para 2020

Publicado

em

O ano de 2019 para a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) está sendo marcado por grandes conquistas. Entre as mais importantes ter 100% dos seus cursos reconhecidos ou em processo de reconhecimento pelo Conselho Estadual de Educação (CEE); estar entre os premiados pelo Instituto Innovare, pelo trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Advocacia Voluntária (Navi) do Câmpus Augustinópolis; e a expansão com a criação do Câmpus Paraíso.

“Todos os cursos nossos hoje podem emitir diplomas devidamente regulamentados. Destaco também o sucesso da Semana Pedagógica, na formação dos professores, com dois dias de imersão neste ano de 2019; a participação grande da Unitins na Agrotins e na Semana de Ciência e Tecnologia do Estado; dois grandes eventos de cunho acadêmico e empresarial; e também o trabalho de ampliação para o Câmpus Paraíso, com estudo técnico iniciado em 2018. Ano de 2019 na busca pela parte orçamentária e, em 2020, será o desafio de executar os três cursos do câmpus”, explica o reitor da Unitins, Augusto Rezende.

Outras conquistas que merecem serem pontuadas são o conceito 4 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) para o curso de Direito, Câmpus Palmas, 90% de aprovação dos acadêmicos da Unitins no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB),  implantação da Biblioteca Virtual e a diplomação dos alunos da extinta Faculdade para o Desenvolvimento do Sudeste do Tocantins (Fades).

O reitor ressalta ainda que dentre os desafios estiveram a reestruturação do organograma da universidade, com a incorporação da TV e Rádio, e o processo seletivo simplificado com 175 novos docentes, sendo 60% deles de professores que não haviam tido contato com a Unitins.  

Perspectivas

Para o ano de 2020, foi feita uma reestruturação dos Projetos Pedagógicos de Cursos (PPCs) de graduação, que irão totalizar 15 no próximo ano. “São projetos pedagógicos novos, mais modernos e mais articulados com a realidade de mercado. A gente acredita que essa modernização dos PPCs vai trazer uma ampliação da parte qualitativa da instituição, e também espera que se reflita no quantitativo de alunos, que se tornem mais interessados, diminua a evasão, e aumente os índices, como do Enade”, destacou o reitor Augusto Rezende.

O gestor frisou ainda que são esperadas melhorias na parte estrutural dos câmpus, com reaparelhamento e investimentos em infraestrutura, aquisição de equipamentos de informática e laboratório. “A gente acredita que será um ano com foco na estruturação e na qualidade dos cursos que a Unitins oferta”, concluiu o Reitor.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Municípios do Bico poderão retirar vacinas CoronaVac nesta quarta, 20

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), começou no inicio da tarde desta terça, 19, o transporte de 16.288 doses da vacina CoronaVac, para a Central de Distribuição em Araguaína. É lá, que as Secretarias Municipais de Saúde do Bico e do norte do estado, deverão retirar suas cotas.

Ao todo, a Central de Araguaína, vai atender 58 municípios do Bico e Norte.

As Secretaria de Saúde do Bico, já poderão fazer a retirada do imunizante, a partir das 14h, desta quarta, dia 20.

Nesta primeira fase, serão imunizados trabalhadores da Saúde, população indígena vivendo em terras indígenas e idosos com 60 anos ou mais, que estejam em instituições de longa permanência.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Municípios do Bico ainda não sabem cota e quando iniciam imunização contra Covid-19

Publicado

em

Com a chegada do primeiro lote de vacinas CoronaVac, contra Covid-19, nesta segunda, 18, ao Tocantins, os municípios do Bico do Papagaio ainda não tem definida a data de inicio da vacinação e nem a quantidade de doses que serão recebidas.

É aguarda para esta terça, 19, que a Secretaria de Estado da Saúde (SES), informe as Secretaria Municipais de Saúde, cada cota.

A princípio, a SES recebeu o comunicado do Ministério da Saúde, que neste primeiro lote, seriam enviadas 29.840 doses da CoronaVac, depois, esse número cresceu para 44 mil.

As vacinas para os municípios do Bico, serão transportadas ainda nesta terça, para a Central de Distribuição, em Araguaína. De lá, os municípios farão a retirada e ficam responsáveis pela aplicação do imunizante e pela escolha das pessoas dos grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, e está sendo produzida, no Brasil, pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último domingo, 17. A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Vacinas CoronaVac para o Bico serão levadas para Centro de Distribuição em Araguaína

Publicado

em

Começou na noite desta segunda, 18, à campanha de vacinação contra a Covid-19. As três primeiras pessoas escolhidas, que pertencem aos grupos prioritários, já foram imunizadas durante a solenidade de lançamento da campanha, realizada no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Palmas, capital do estado.

O secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, ressaltou que as vacinas serão enviadas imediatamente para todos os municípios, sendo que o ente municipal será responsável pela aplicação do imunizante e pela escolha das pessoas dos grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde.

As vacinas destinadas aos 27 municípios do Bico do Papagaio, serão enviadas ainda nesta terça, 19, para um centro de Distribuição, na cidade de Araguaína. Lá, cada município biquense fica responsável pela retirada de sua cota. “Cada município tem a responsabilidade por seus cidadãos e com as pessoas dos grupos prioritários”, frisou o secretário Edgar Tollini, ao adiantar que a expectativa é vacinar a maior parte da população tocantinense ainda neste semestre.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, e está sendo produzida, no Brasil, pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último domingo, 17. A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford.

Continue lendo
publicidade Bronze