Connect with us

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: GTA pode retomar na próxima semana busca por desaparecidos

Publicado

em

O Grupo de Trabalho Araguaia (GTA), que busca restos mortais de vítimas da Guerrilha do Araguaia, espera para a próxima semana a publicação da autorização para realização de uma nova expedição à fronteira dos Estados do Tocantins e Pará. As expedições ficarão concentradas nos municípios de Xambioá-TO e São Geraldo do Araguaia-PA, região do Bico do Papagaio.

Desde quando as buscas aos desaparecidos foram retomadas, o GTA conseguiu encontrar nove ossadas, sendo cinco apenas no ano passado. Desse total, duas estão praticamente identificadas como sendo de guerrilheiros mortos pelo Exército durante a Guerrilha do Araguaia.

A nova busca está gerando muita expectativa entre os integrantes da Associação dos Torturados da Guerrilha do Araguaia, como explicou o presidente da entidade, Sezostrys Alves da Costa.

“Com o fim do inverno aqui na nossa região, vão ser retomadas, agora no início de julho, as expedições do Grupo de Trabalho Araguaia, com esse intuito de tentar localizar os restos mortais dos desaparecidos na Guerrilha. Então a gente está com a expectativa de serem retomados esses trabalhos para a gente poder avançar nesse sentido”, argumenta.

O GTA é composto por servidores dos Ministérios da Defesa, Justiça e Direitos Humanos e possui especialistas em Antropologia Forense, Geologia, Antropologia, Cartografia e Logística, e de familiares de mortos de desaparecidos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Promotores do Bico discutem estratégias para fiscalizar vacinação contra Covid-19

Publicado

em

Os promotores de Justiça do Bico do Papagaio e de outras regiões do estado, que atuam na área de defesa da saúde nas diversas comarcas do Estado reuniram-se nesta quinta-feira, 21, com o procurador-geral de Justiça, Luciano Cesar Casaroti, e com a coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Saúde (Caosaúde), Araína Cesárea D’Alessandro, para discutir estratégias de atuação referentes à fiscalização dos planos estadual e municipais de imunização contra Covid-19.

A intenção da reunião foi definir métodos quanto à fiscalização do respeito à fila prioritária, para que a atuação do Ministério Público do Tocantins ocorra de forma estratégica e uniforme em todo o Estado do Tocantins. O PGJ considerou que a quantidade de vacinas que chegou ao Estado é escassa e que deve haver uma fiscalização eficaz, para que as doses realmente cheguem ao seu público destinatário.

Sobre essa questão, a coordenadora do Caosaúde acrescentou que o grupo prioritário formado por profissionais da saúde é muito amplo, considerando o quantitativo de doses disponível, e que deve ser trabalhado o entendimento de que a vacinação contemple primeiramente aqueles que se encontram na linha de frente do diagnóstico e tratamento da Covid-19. Os outros grupos prioritários desta primeira fase de imunização são os idosos em instituições de abrigo e a população indígena que vive em aldeias e que possui idade a partir de 18 anos.

Entre os pontos discutidos na reunião, foi pontuada a necessidade de que se verifique se todas as gestões instituíram plano municipal de imunização, já que a execução do trabalho de vacinação é responsabilidade dos municípios. Onde ainda não existe um plano, o promotor de Justiça deve atuar para que seja instituído o planejamento.

Além das diversas estratégias para o acompanhamento da imunização, também foi discutido o andamento, no âmbito do Ministério Público, das possíveis denúncias relacionadas à burla da fila prioritária ou ao extravio das doses. Será estabelecido um trâmite diferenciado, preferencialmente por meio do aplicativo WhatsApp, para que as reclamações feitas à Ouvidoria cheguem de forma imediata aos promotores de Justiça das respectivas comarcas.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Vacinação contra Covid-19 é iniciada. Dr Wiston é o primeiro vacinado

Publicado

em

Nesta manhã de quinta, 21, a Secretaria Municipal de Saúde, iniciou a vacinação contra a Covid-19. A primeira etapa serão 147 doses, destinadas aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do enfrentamento da doença.

O primeiro paciente a ser vacinado foi, Wiston Fernandes Dantas, o médico mais tradicional da cidade, que atua há várias décadas na região e mora em Araguatins.

A Secretaria informou q a vacinação dos demais profissionais prossegue nesta quinta.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Saúde recebe primeiras doses da CoronaVac

Publicado

em

O município de Augustinópolis foi um dos primeiros da região do Bico do Papagaio, a fazer a retirada de sua cota da vacina CoronaVac, que estava no Centro de Distribuição em Araguaína, nesta quarta, 20.

Neste primeiro momento, o município recebeu 203 doses, que serão aplicados em profissionais da Saúde, que estão na linha de frente do enfrentamento da Covid-19.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e, no Brasil, será produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no domingo (17).

Continue lendo
publicidade Bronze