Além das movimentações políticas de bastidores estarem em ritmo forma em Xambioá, município do Bico do Papagaio, questões jurídicas devem ajudar a determinar o rumo das eleições em 2020.

Um desses casos é a condenação do ex-prefeito e pré-candidato Júnior Leite, que teve transitado e julgado, no dia 17 de setembro de 2019, um processo movido pela gestão do também ex-prefeito, Richard Santiago Pereira, que teve provimento e condenou Leite à suspensão dos direitos políticos por seis anos.

O processo foi por conta de uma prestação de contas referente ao custeio do Programa de Atenção à Criança. 

Júnior Leite foi prefeito de Xambioá entre 2001 e 2004.

Apesar da condenação, Júnior Leite, afirma que disputará a eleição e everterá a decisão. “Meus advogados irão providenciar caminhos para reverter esta decisão, comprovar que esse processo não me causa inelegibilidade, pois não cita, enriquecimento ilícito e nem dano ao erário. Estou tranquilo, a lei dá direito a quem tem, e temos o direito sim de ser candidato em 2020”.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.