Connect with us

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Seca faz nível do rio Araguaia baixar

Publicado

em

O nível do rio Araguaia em Xambioá, baixou quase dois metros, de janeiro até este mês. O levantamento é da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Os bancos de areia no meio do rio também preocupam quem depende dele para sobreviver.

Em alguns pontos, a altura da água não ultrapassa 20 centímetros. É possível até caminhar. “Pavor. Estamos com medo. Sempre temos essa seca, mas não desse jeito”, lamentou o autônomo Miguel Queiroz.

As pedras no meio do rio que estavam encobertas no início do ano, apareceram. São 250 pescadores que dependem do Araguaia para sobreviver. “Antes a gente ia para o rio e trazia 70 ou 80 quilos de peixe. Hoje a gente não traz mais essa quantidade, a gente traz de 30 a 40 quilos. Está difícil para pescar”, disse o pescador Antonio Sousa.

Os bancos de areia no meio das águas também chamam a atenção dos moradores. O lugar onde as balsas passam não foi afetado, mas em outros pontos o assoreamento do leito e as pedras estão dificultando o deslocamento dos barcos. “Tem que ter muita atenção, andar devagar porque senão você acha as pedras. Em lugares que nunca haviam surgido pedras, está surgindo e é arriscado você estragar o motor”, reclamou o comerciante Edson Saldanha.

Mas existe uma explicação para o surgimento dos bancos de areia. “Os bancos de areia se formam a partir do processo erosivo que ocorre naturalmente no meio ambiente. Mas eles se agravaram. Os bancos de areias não estavam aqui desta forma, desse tamanho nos últimos anos. Podemos perceber que ao longo do rio grande parte das matas ciliares foram desmatadas, quando o rio percorre esse leito, ele vai carreando esse sedimento e criando o banco de areia no meio do rio”, explicou a engenheira ambiental Ana Caroline da Silva.

A secretária de Meio Ambiente de Xambioá, Marivalda Martins, garante que algumas alternativas estão sendo adotadas para amenizar a situação. “Nós estamos com plano de reflorestamento das nascentes e de plantar árvores nativas na praia do Murici, bem como plantar árvores na beira do rio em parceria com os ribeirinhos”.

De camionete

O rio Araguaia é um dos principais do país e enfrenta uma das piores secas da história. Na última sexta-feira (29), o G1 mostrou um vídeo gravado por Cleonice Oliveira Barros, em Xambioá, que mostra uma caminhonete transitando pelo leito do rio.

Aquele lugar que fiz o vídeo é no meio do rio. Do dia que fizemos [as imagens], o rio secou mais ainda. Meu medo é que os meus bisnetos não tenham mais o rio para aproveitar. Os afluentes estão todos secos e fica difícil daqui uns anos ter essa maravilha aqui”, disse.

O rio Araguaia nasce em Goiás e desagua no Pará, passando também pelo Mato Grosso e Tocantins. São mais de 2.100 quilômetros, mas a força das águas que leva vida para quatro estados está ameaçada pelas queimadas e ação do homem. Estudos feitos pela polícia em Goiás, mostram que o Araguaia pode secar em até 40 anos. (G1)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Município decreta toque de recolher e limita funcionamento de comércios

Publicado

em

O prefeito de Augustinópolis, Antônio do Bar (PSC), proibiu a circulação dos moradores por toda cidade entre 22h e 5h. A medida faz parte do novo decreto com medidas de restrição para tentar conter o avanço do cornavírus no município. O texto também limitou o horário de funcionamento de diversas atividades comerciais.

A exceção no toque de recolher é para deslocamento até os serviços de saúde ou em casos de comprovada urgência. A restrição também não se aplica para quem trabalha nas unidades de saúde, assim como nos serviços públicos de segurança, limpeza, água, esgoto e energia elétrica.

Augustinópolis nesta terça-feira (2) aparece com 1.012 casos confirmados de coronavírus e 16 mortes, segundo o boletim epidemiológico municipal. Há uma semana, no dia 23 de fevereiro, a cidade tinha 976 moradores infectados e 113 mortes.

O decreto publicado nesta segunda-feira (1º) está valendo. O texto ainda limitou o horário de funcionamento de diversos tipos estabelecimentos comerciais. Confira:

  • De 8h às 17h – Salões de beleza, barbearia, clinicas de estética e congêneres;
  • Das 9h às 21h – Lanchonetes, pizzarias, sorveterias, lanches diversos, restaurante, churrascarias, inclusive situados no Mercado Municipal em seu entorno, bares e adegas, bem como aquelas instaladas e funcionando nas residências;
  • Das 8h às 18h – Atividades do comércio varejista e atacadista, incluindo-se os magazines, lojas de confecções e ou as galerias comerciais. Assim como os atacadistas de gêneros, o comércio varejista de alimentos, os supermercados, mercearias, açougues, locais de vendas de hortifrutigranjeiros, padarias, lojas de produtos veterinários e afins;
  • Das 5h às 21h – Academias com a capacidade máxima de 50% (cinquenta por cento); Igrejas e templos religiosos poderão realizar suas reuniões entre este período, também com limitação a 50% da capacidade.
  • Das 8h às 18h – Empresas do ramo industrial e oficinas mecânicas e congêneres. Assim como escritórios de advocacia, contabilidade, representantes comercias e congêneres;
  • 7h30 às 22h – Farmácias e drogarias. Nos feriados e finais de semana, enquanto perdura a pandemia, é permitido àquela que esteja de plantão realizar o atendimento 24h.

Postos de combustíveis poderão funcionar normalmente. Feiras livres poderão ser realizadas somente aos domingos, das 5h ao meio-dia, desde que os feirantes obedeçam todas as medidas de prevenção à Covid-19.

Proibições

Foram proibidas reuniões e práticas esportivas em campos, quadras e praças. Também não podem ser realizados shows, festas, funcionamento de boates e festas em geral, inclusive aniversários, casamentos ou confraternizações. A venda de bebidas alcóolicas na cidade também está proibida.

O decreto reforça as medidas de prevenção a Covid, como uso de máscara, disponibilização de álcool em gel, limpeza de todos os espaços comerciais e distanciamento social, entre outras. A fiscalização das medidas será feita pelos servidores municipais, com apoio da PM, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

Quem desrespeitar as normas poderá sofrer penalidades administrativas cíveis e criminais. No caso de estabelecimentos é prevista a interdição, cassação do alvará e multa. O decreto está valendo até que sejam revogadas pelo município. Denúncias poderão ser feitas no telefone da (63) 3456-1576 ou ainda ao número 190. (G1)

Continue lendo

Bico do Papagaio

DARCINÓPOLIS: Programa “Água para Todos” é o maior em execução atualmente no Bico

Publicado

em

O Programa Água para Todos, idealizado pelo prefeito Jackson Marinho (MDB), por meio da Prefeitura Municipal, tem levado aos pequenos produtores rurais do município de Darcinópolis, no Bico do Papagaio, oportunidades e qualidade de vida, por meio a perfuração de poços artesianos, que oferecem água de qualidade.

Várias famílias da zona rural, vem sendo atendidas pelo benefício que leva água de qualidade, ajudando na higiene das casas, na saúde, como também na geração de emprego e renda, pois possibilita um maior desenvolvimento para a produção.

O Programa Água para Todos é considerado o maior projeto nesse sentido, em execução nesse momento na região do Bico do Papagaio. O programa busca beneficiar os pequenos produtores que sofrem com falta de água. Mais de 100 família já foram beneficiadas.

Agricultores atendidos pelo projeto, relatam que a falta de água, trazia problemas constantes que além de atrapalhar a produção, prejudicavam as crianças que nem sempre tomavam água de qualidade. Hoje nossa água é potável e limpa.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Julimá pede a Tarcísio de Freitas iluminação da Ponte JK que liga Estreito e Aguiarnópolis

Publicado

em

Continue lendo
publicidade Bronze