- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 23 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Amélio Cayres é homenageado pela SSP e Polícia Civil por serviços à Segurança Pública

Mais Lidas

Na manhã desta segunda-feira, 22, o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), deputado estadual Amélio Cayres (Republicanos), foi agraciado com condecoração da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/TO) e Polícia Civil, em reconhecimento pela parceria e relevantes serviços prestados à segurança pública em todo o Estado. O evento, em alusão ao Dia do Policial Civil, ocorreu no Palácio Araguaia com a presença do governador Wanderlei Barbosa e outras autoridades estaduais. 

“Me sinto muito honrado em receber esta Medalha dos representantes desta força de segurança que admiro pelo compromisso em servir a população e buscar justiça, com investigações sérias e um trabalho incansável. Sempre tivemos as portas abertas na Casa de Leis para a Classe e ficamos felizes de sermos parceiros de um governo que busca atender as demandas e fortalecer a Polícia Civil”, declarou Amélio Cayres, citando o trabalho do governador Wanderlei Barbosa. 

Por sua vez, o chefe do Executivo parabenizou todos os policiais civis do Estado, destacando sua bravura e competência no combate ao crime. “Quando tivemos uma onda de violência na Capital, imediatamente, deliberei com o secretário Wlademir Mota, que convocou todo o comando da Polícia civil e outras forças de Segurança, para um trabalho de integração. A Polícia Civil foi fundamental para fazer as devidas investigações e, com ajuda de cada um de vocês, a segurança pública do Estado conseguiu reduzir a criminalidade”, afirmou Wanderlei.

O evento contou com entrega de medalhas de honra para mais de 40 policiais civis e servidores do Órgão, bem como personalidades parceiras e atuantes no fortalecimento da segurança pública, além da entrega de certificados aos formandos do 1° Curso de Instrutor de Armamento e Tiro (Ciat), qualificando dez policiais civis que compõem o Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote). (Lauane dos Santos / Foto: Antônio Gonçalves)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias