Promover ações que resultem na prevenção e no combate eficaz da violência contra as mulheres, por meio do aperfeiçoamento e do compartilhamento de experiências entre os magistrados. Esse é foco trilhado pelo XI Fórum Nacional de Juízas e Juízes de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher (Fonavid), que começou na última terça-feira, 5, e vai até esta sexta-feira, em São Paulo, com as presenças da juíza Nely Alves da Cruz, coordenadora estadual do Combate à Violência Doméstica no Tocantins, e do juiz Ademar Alves de Souza Filho, titular da Vara Especializada no Combate à Violência Doméstica e Crimes Dolosos contra a Vida, da Comarca de Gurupi.

A magistrada tocantinense classificou o tema em discussão – “Educação para a Equidade de Gênero: Um Caminho para o Fim da Violência contra a Mulher” -, como o mais importante entre todas as edições do Fonavid até agora. “Apesar de tantas políticas públicas em prol dessa nobre causa, infelizmente, a violência doméstica contra a Mulher só aumenta, não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Portanto, para acabar, ou pelo menos diminuir essa violência, o caminho viável é a educação de nossas crianças”, avaliou.

Nely lembrou ainda que o Tocantins ocupa hoje o sétimo lugar no ranking nacional em violência doméstica e familiar contra a mulher, ao passo que até 2018, ocupava o quinto lugar. “Segundo as estatísticas, não foi no Tocantins que a violência diminuiu, mas sim em outros dois Estados em que ela aumentou”, ressaltou juíza tocantinense, que também integra a Comissão Executiva do Fonavid, representando toda Região Norte do país.

Programação

A programação desta quinta-feira, 7, prevê discussões, proposições e a consolidação das conclusões dos grupos de trabalho Cível e medidas protetivas, Criminal, Boas práticas e Multidisciplinar. Já o encerramento do evento, nesta sexta-feira, prevê a Conferência Magna – “A família brasileira ontem e hoje: rupturas e permanências”, com a historiadora, escritora e professora Maria Del Priore, seguida da Assembleia Geral do Fonavid. (Marcelo Santos Cardoso)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.