Connect with us

Geral

Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda

Publicado

em

O Ministério da Saúde e as secretarias estaduais e municipais de saúde começam na segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a gripe. Além de evitar complicações decorrentes da gripe causada pelo vírus, a vacinação ganha uma outra importância no momento.

Com diversos estados com leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) lotados e filas de espera em função da pandemia do novo coronavírus, a iniciativa também é importante para evitar uma sobrecarga nos sistemas de saúde.

O público estimado pelo ministério é de 79,7 milhões de pessoas e o objetivo é vacinar pelo menos nove em cada dez pessoas dos grupos prioritários.

Os grupos serão organizados para vacinação em três etapas. Os dias de mobilização, chamados de dias D, serão definidos em cada município pela Secretaria de Saúde local.

Os grupos prioritários são:

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

– Gestantes;

– Puérperas;

– Povos indígenas;

– Trabalhadores de saúde;

– Pessoas com 60 anos ou mais;

– Professores;

– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;

– Pessoas com deficiência permanente;

– Forças de segurança, de salvamento e armadas;

– Caminhoneiros;

– Trabalhadores do transporte coletivo de passageiros;

– Funcionários trabalhando em prisões e unidades de internação;

– Adolescentes cumprindo medidas socioeducativas em unidades de internação;

– População privada de liberdade.

Covid-19

O Ministério da Saúde não recomenda que seja feita a aplicação das vacinas contra a covid-19 e contra a influenza conjuntamente. A pasta recomenda que as pessoas que estiverem nos grupos prioritários procurem se vacinar antes contra a covid-19. Especialistas recomendam pelo menos uma diferença de 14 dias entre uma e outra.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Geral

Grupo suspeito de furtos a agências dos Correios no Pará e Tocantins é preso

Publicado

em

Agentes da Polícia Federal saíram às ruas no início desta quarta-feira (5) para cumprir seis mandados de prisão e cinco ordens de busca e apreensão contra um grupo suspeito de furtos em agências dos Correios. A quadrilha seria responsável por cinco invasões registradas entre 2018 e 2019 em cidades do Tocantins e Pará. A operação foi chamada de SIAFU.

São três mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e mais cinco ordens de busca e apreensão para as cidades de Palmas, Juarina, Colinas, Conceição do Araguaia (PA) e Curionópolis (PA). Todos foram expedidos pela 4º Vara Federal do Tocantins.

As investigações da Polícia Federal apontaram que no Tocantins os criminosos foram responsáveis por furtos contra as agências dos Correios de Guaraí (ocorrido entre os dias 22 e 24/09/2018) e Presidente Kennedy (ocorrido em 07/07/2019).

No Pará eles teriam furtado as agências de Curionópolis (ocorrido em 19/03/2018), Cumaru do Norte (ocorrido em 19/08/2018) e Cametá (ocorrido em 02/12/2018).

Todos os furtos aconteceram da mesma maneira, durante o período noturno e com rompimento ou destruição de obstáculos. Foram furtados pertences e dinheiro da empresa pública federal. Os crimes sempre tiveram a participação de duas ou mais pessoas.

Ainda segundo a Polícia federal, os investigados poderão responder pelos crimes de furto noturno qualificado e associação criminosa, cujas penas somadas podem passar de 10 anos de reclusão.

O nome da operação faz referência a uma espécie de formigas nômades. Essa seria a principal característica do grupo criminoso, pois os furtos ocorreram em cidades que não tinham relação com os suspeitos. A ação conta com a participação de 23 agentes da PF.

Continue lendo

Geral

Aplicativo Plantio Certo facilita o acesso às informações do Zoneamento Agrícola de Risco Climático

Publicado

em

Aplicativo Plantio Certo facilita o acesso às informações do Zoneamento Agrícola de Risco Climático, auxiliando no planejamento da produção. A ferramenta, que já está disponível gratuitamente nas lojas de aplicativo, é uma das soluções tecnológicas do Balanço Social da Embrapa 2020.

Através do aplicativo, é possível verificar as janelas de plantio em que há menor chance de frustração de safra devido a eventos meteorológicos para 43 culturas agrícolas, em 5.507 municípios do território nacional. Além disso, ele oferece orientações sobre políticas de crédito e seguro rural.  

Número de cervejarias registradas no Brasil aumentou 14,4% em 2020

Mapa lança Programa de Fomento à Agricultura Irrigada no Nordeste

O atendimento às demarcações do Zoneamento Agrícola de Risco Climático é obrigatório para que o produtor rural possa ter acesso aos recursos do Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Proagro), do Proagro Mais (destinado à agricultura familiar), e do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). (Brasil 61)

Continue lendo

Geral

Idosos que sofreram quedas podem ter apoio por meio de programa

Publicado

em

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), por meio do Programa Multidimensional e Assistencial de Gestão para Idosos Caidores (Magic), está oferecendo apoio a idosos que sofreram quedas acidentais. Voluntários a partir de 60 anos de idade podem se inscrever no programa, mas é necessário que tenham sofrido alguma queda nos últimos 12 meses. Por causa da pandemia da Covid-19, o programa será ofertado de forma remota, ou seja, os voluntários podem residir em qualquer região do Brasil.

Serão oferecidos aos participantes avaliações, intervenções de atividades físicas e cognitivas para melhora da mobilidade, coordenação, força muscular, equilíbrio, atenção e memória. Todos vão ser avaliados de forma individual e terão a assistência de profissionais durante as atividades.

O objetivo do programa é melhorar a resistência física dos idosos e prepará-los para lidar com futuras ameaças de quedas. Para participar, os voluntários devem preencher o formulário disponível no site da Universidade Federal de São Carlos. Também são aceitas inscrições através do e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (16) 99729-9855. Após o contato, a equipe de pesquisadores da UFSCar dará retorno explicando quais serão os próximos passos. (Brasil 61)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze