Connect with us

Maranhão

Chuvas provocam danos em diferentes regiões do Maranhão

Publicado

em

As chuvas que atingem, há semanas, vários estados brasileiros, como Bahia, Minas Gerais, Piauí e Tocantins, estão causando danos também em municípios do Maranhão.

Em Imperatriz, segunda maior cidade do estado, a prefeitura informa que 823 pessoas foram diretamente afetadas pelas chuvas, que começaram em outubro e se intensificaram nos últimos dias. Só nesta segunda-feira (3), choveu, em apenas 13 horas, o equivalente a 120 milímetros – volume esperado para dois meses.

“Atualmente temos 439 pessoas nos abrigos [públicos], um número consideravelmente grande. E muitas dessas pessoas perderam tudo”, diz, em nota, o superintendente de Proteção e Defesa Civil de Imperatriz, Josiano Galvão, ao lembrar que os órgãos municipais já vinham se preparando para aquela que pode ser a estação chuvosa “mais rigorosa dos últimos anos” na região.

A cerca de 600 quilômetros de Imperatriz, a cidade de Mirador foi parcialmente alagada pelas chuvas de hoje (4). Segundo a prefeitura, o temporal que atingiu o município causou a cheia do Rio Itapecuru. A força das águas arrastou pontes e erodiu o solo, fazendo inclusive com que estradas cedessem. A prefeitura calcula que mais de 6 mil pessoas foram diretamente afetadas pela situação.

Nas redes sociais, o governador Flávio Dino diz que está acompanhando os trabalhos da comitiva do governo estadual que se deslocou para Mirador e que, tão logo seu estado de saúde permita, visitará as cidades maranhenses atingidas pelas chuvas e pelo transbordamento de rios. Ontem, Dino foi diagnosticado com covid-19.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu hoje um alerta laranja, indicativo de perigo, com riscos potenciais de chuvas e ventos intensos (60-100 km/h) para parte do estado. (Alex Rodrigues)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Novo decreto reforça medidas sanitárias de prevenção da Covid-19

Publicado

em

O decreto divulgado pela Prefeitura de Imperatriz, nesta segunda-feira (24), reforça as medidas sanitárias de prevenção da Covid-19 no município. O documento é válido até dia 07 de março e reitera uma série de normas estabelecidas para a realização de eventos no cenário de combate à doença na cidade.

Ficam suspensos os eventos públicos com potencial para gerar grandes aglomerações, como shows, festivais, música ao vivo, programações de carnaval e similares. Dessa maneira, está proibida no município a realização de eventos privados, em espaços abertos ou fechados, com público superior à 2.000 pessoas.

Já em eventos com mais de 300 pessoas em ambientes fechados, como bares, casas de eventos e afins, é obrigatório apresentar a comprovação de vacinação, em duas doses ou dose única, contra a Covid-19. A comprovação pode ser feita com o certificado digital gerado pelo Conecte SUS, assim como também pelo comprovante impresso ou cartão e caderneta preenchidos no dia da vacinação.

O secretário de Governo e Projetos Estratégicos (SEGOV), Eduardo Soares, explica que o maior objetivo com o novo decreto é dar continuidade ao cenário mais favorável do combate da doença em Imperatriz. “A Prefeitura reitera estado de calamidade pública e reforça mediadas de prevenção, principalmente à variante Ômicron. Objetivo é evitar que ocorra o aumento de casos na cidade”, comenta.

Em relação ao mesmo período no ano passado, o secretário ressalta que a situação está diferente, graças a vacinação e as medidas de restrição. “Em janeiro de 2021, estávamos com mais de 200 leitos de UTI ocupados por pessoas com a doença, e nível de mortalidade alto. Agora estamos com mais de 80% dos maiores de 12 anos vacinados e a quantidade de pessoas internadas com sintomas graves é pequena, maior parte dos casos atualmente são com sintomas leves e pessoas em tratamento domiciliar”, completa.

Vale lembrar que o uso de máscara de proteção continua obrigatório em ambientes fechados, público e privado, sendo a utilização facultativa em ambientes abertos, como vias públicas e praças.

Para conferir o documento, acesse: AQUI

Continue lendo

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze