Connect with us

Bico do Papagaio

Manoel Queiroz acusa secretários de mentirem

Publicado

em

O deputado Manoel Queiroz (PPS) foi à tribuna da Casa de Leis na sessão desta terça-feira, 25, onde falou de uma série de questões do governo estadual e questionou a construção dos 18 hospitais regionais prometidos pelo governo. “ O de Araguatins não sai, o de Araguaina nem se fala mais, o de Gurupi, nem a licitação o governo conseguiu executar sem falar nos mais de R$ 100 milhões para a famigerada Pro-Saúde”, disse.

Ele questionou o anúncio de R$ 75 milhões para construção e ampliação de 200 leitos do Hospital Geral de Palmas. “ Chega, seu presidente, o governo tem que agir, realizar e deixar de enganação, nós sabemos que a construção não sai da noite para o dia, tem que respeitar o povo, isso é mais uma vergonha desse governo”, disse. Ele acusou a secretária de estar mentindo.

O parlamentar mencionou a onda de manifestações no Estado e disse que a população aguarda respostas e ações concretas. “ Estarei na reposta dos interesses do povo, estamos vendo nas manifestações pelo país e em especial nas cidades do Tocantins o povo foi para as ruas pedindo melhorias na educação, na saúde, na segurança pública e acima de tudo transparência e combate forte contra corrupção”, frisou. Queiroz contou que continuará fazendo oposição contundente ao governo.

A baixa na bancada do governo também foi abordado pelo deputado. “Sua base de sustentação aqui neste parlamento cada dia menor e eu pergunto aos nobres pares porque tanta baixa em apoio ao governo? Digo que este governo é o pior que já vi nesse Estado desde a construção”, disse. Em seguida ele parabenizou os deputados que deixaram a base do governo.

Ele repercutiu ainda que o grupo do governo tem apenas cinco partidos dos dez que deram apoio para a eleição de 2010. O deputado fez ainda uma explanação de promessas que o governo fez na campanha em várias áreas como as escolas de tempo integral e até o combate ao crack.

Outro assunto comentado foi sobre o índice de gastos com folha de pagamento. “Cadê o planejamento desse governo?”, questionou. Segundo ele, os auxiliares que deixaram a gestão pediram para sair do governo. “O secretário é que pede pra sair, não são demitidos não. É o pai e o filho e o filho e o pai, ninguém tem mais moral nesse governo”, disse.

O parlamentar afirmou que vai intensificar os pedidos de informações e convite para secretários irem até a Casa de leis prestarem esclarecimentos. “O secretário de Administração veio aqui mentir, a de Saúde também veio aqui mentir. Nós não estamos aqui para ouvir mentira”, disse. (Conexão Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Mulher de 84 anos é a 31ª vítima da Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde, confirmou neste sábado, 16, a 31ª morte por Covid-19, no município de Araguatins, no Bico do Papagaio.

Com a confirmação, Araguatins segue na liderança no Bico do Papagaio em quantidade de mortes, seguido de Tocantinópolis e Ananás e na sétima posição em relação ao estado, atrás de Araguaína, Palmas, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso e Colinas.

A vítima confirmada neste sábado, morreu na terça, dia 12. Ela tinha 84 anos, era mulher e tinha diabetes e hipertensão.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: MP recomenda que Prefeitura não demita aprovados em concurso como pediu TCE

Publicado

em

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da Promotoria de Justiça Itaguatins, expediu nesta quarta-feira, 13, Recomendação Administrativa ao prefeito de São Miguel do Tocantins, Alberto Loiola Gomes Moreira, para que se abstenha de exonerar ou demitir qualquer servidor aprovado no concurso público realizado no ano de 2016, tendo em vista que não foi confirmada a existência das irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE).

A recomendação também orienta que o gestor encaminhe ao TCE informações sobre a regularidade do concurso, especialmente as leis de criação de cargos e o quantitativo de vagas ofertadas no quadro do magistério, nível docência – professor II. 

Para a anulação, o TCE alega que o Município não apresentou as leis de criação de cargos e do quantitativos das vagas ofertas, situação que segundo o promotor de Justiça Elizon de Sousa Medrado, não procedem, já que todos os procedimentos foram adotados pela gestão da época e acompanhados pelo Ministério Público. 

“O concurso foi fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta proposto pelo Ministério Público, no qual constavam obrigações como a criação de cargos, encaminhamento do projeto de Lei para aprovação da Câmara Municipal e  o processo licitatório. O concurso foi realizado, as pessoas tomaram posse e não foi verificada nenhuma irregularidade”, salientou o promotor de Justiça.

O não atendimento da recomendação por parte do prefeito de São Miguel do Tocantins poderá ensejar o ajuizamento de ação judicial visando à anulação de eventuais atos de exoneração/demissão dos servidores concursados. (Denise Soares)

Continue lendo

Bico do Papagaio

Inquérito Civil apura condições de tráfego da rodovia que liga Darcinópolis a Angico

Publicado

em

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) instaurou inquérito civil público para apurar a situação da rodovia TO-134, no trecho que liga as cidades de Darcinópolis e Angico, localizadas no Bico do Papagaio. Segundo representação direcionada à Promotoria de Justiça de Wanderlândia, o trecho asfáltico encontra-se em condições extremamente precárias, prejudicando as famílias que moram no entorno e o transporte de alunos da zona rural.

O inquérito civil público foi instaurado no último dia 8 e publicado na edição nº 1.143 do Diário Oficial Eletrônico do MPTO.

Um dos aspectos que a Promotoria de Justiça de Wanderlândia irá apurar é se as condições de tráfego da rodovia comprometem o transporte dos alunos da zona rural que estudam nas redes estadual e municipal, prejudicando o direito destas crianças e adolescentes à educação.

A Promotoria de Justiça de Wanderlândia solicitou anteriormente informações sobre as condiçõesde tráfego na rodovia e sobre a previsão de obras de recuperação da malha asfáltica, mas não houve resposta até o momento.

Continue lendo
publicidade Bronze