O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, que assinou no último dia 30 de dezembro, em Brasília, o contrato de empréstimo de US$ 54,9 milhões (mais de R$ 220 milhões) entre o Município e o CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina, prevê que as obras sejam iniciadas já em maio.

A assinatura contou com a presença do deputado federal Tiago Dimas, do representante do CAF no Brasil, Jaime Holguín, e da procuradora da Fazenda Nacional, Sônia de Almendra. A expectativa é que as primeiras obras previstas no contrato de empréstimos já se iniciem em maio de 2020.

O empréstimo será aplicado no Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína. A taxa de juros é de apenas 3,4% ao ano, muito menor das praticadas nos financiamentos obtidos pela União, que ficam em mais de 4%. O pagamento será em 138 vezes, após 54 meses de carência. Pelo cronograma do empréstimo, serão realizadas quatro parcelas de US$ 13,72 milhões por ano.

O prefeito lembrou que grande parte do empréstimo será utilizado pela próxima gestão, que poderá fazer investimentos decisivos para uma transformação completa da cidade. “O momento é de responsabilidade da população para escolher o próximo prefeito. Pegamos uma Araguaína afundada em dívidas, com ruas repletas de buracos e precariedade absoluta. Apesar das grandes dificuldades enfrentadas, vamos entregar a cidade com investimentos gigantes e dinheiro para fazer, com nota A de crédito e um município totalmente remodelado”.

Por onde começa

Já há licitações prontas que serão lançadas no início de janeiro de 2020. “As obras nos bairros Ana Maria, Morada do Sol 3, Jardim Vitória já têm seus processos licitatórios prontos”, explicou o prefeito Ronaldo Dimas. Além dessas, a Prefeitura ainda deve publicar em janeiro as licitações das reparações de ruas do Setor Tocantins, canalização do Córrego Canindé/Neblina, passando da Avenida Cônego João Lima até o Parque Cimba.

A expectativa é que até o final do período chuvoso, no começo de maio, todas essas obras possam ser iniciadas. “Temos um cronograma e um planejamento muito bem feito. Vamos obedecer à risca tudo o que foi traçado e fazer o melhor pela cidade”, explicou Dimas.

O projeto

O Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína prevê a macro e microdrenagem dos córregos Neblina e Jacuba, implantação de bacias de detenção da unidade de conservação ambiental e implantação do Parque Urbano Nascentes do Neblina e áreas verdes, além da pavimentação de 12 bairros da cidade, entre eles Universitário Leste, Alaska, Martim Jorge, Itatiaia, Ana Maria, Morada do Sol, Vitória, Tocantins e Vila Bragantina.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.