Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Indígena acusa funcionário da FUNAI de tentativa de estupro

Publicado

em

O fato aconteceu ainda no dia 24 de Junho ultimo, e a indígena de nome Odília Ribeiro Apinagé, que presta serviços como estagiária na agencia da caixa econômica federal em Tocantinópolis, só resolveu fazer ocorrência no dia 30 de Junho, onde na delegacia a mesma contou que havia sido vítima de tentativa de estupro por parte do Coordenador Técnico da Funai, Josivan Vilanova da Cruz, conhecido popularmente pelo apelido de “Maurilândia”.

Em seu depoimento Odília contou na delegacia que no dia 24 de junho fora avisada por uma colega de estágio de que “Maurilândia” havia ligado e avisado de que no horário da saída, passaria na agencia para levá-la de carro até a aldeia Mariazinha, pois ele tinha que ir até a aldeia Girassol, e como a mesma utiliza-se de transporte alternativo “Van” para fazer o trajeto todos os dias, aceitou de pronto.

No horário da saída Josivan buscou Odília e esta lhe informara que seu esposo também estava na cidade e que queria utilizar-se da carona. Só que segundo ela contou na delegacia, ao passar por seu esposo o coordenador lhe disse que o carro já estava lotado, informando ainda que levariam mais seis pessoas no veiculo. Na sequência Josivan informou a Odília de que não levaria as outras pessoas porque os pneus do Fiat uno estavam muitos ruins. E seguiu em sentido Povoado Ribeirãozinho utilizando um trajeto estranho, e chegando ao povoado tomou destino na estrada que leva ao povoado Folha Grossa, por uma estrada pouco usada, e que dificilmente passa outros veículos e pessoas.

Na metade do caminho, Odília contou que Josivan iniciou contatos físicos com ela, que resistiu e disse a ele que não aceitava este tipo de coisa, mas, ele continuou insistindo e disse a ela que “queria que ela sentisse sua boca”. A vítima informou ainda que “Maurilândia” tentou lhe tirar a roupa, e como ela não permitiu, ele havia a segurado com força e lhe passou a mãos nos seios, nas pernas e sobre a calça jeans, apalpando-lhe as partes intimas. Odília contou na delegacia que gritava muito e chorava, tentando se soltar, momento este que segundo ela Josivan lhe deu uma mordida no ombro. Ela relatou ainda que Josivan lhe dizia que não estava bem no casamento, e que ele e a esposa brigavam muito e insistia a toda hora que ela descesse do veículo e pegasse a arma dele, um revolver que o mesmo levava dentro do carro. Odilia contou que não entendia a situação e se negou a descer do carro e pegar a arma.

Com isto tudo Josivan desistiu e a levou até a aldeia sempre lhe perguntando se a mesma não queria ir com ele até a aldeia Girassol, o que ela disse que não aceitou. Ao chegar em casa a comunicante contou tudo a seu marido “Vicente Krikati” o que o deixou bastante indignado, e no dia seguinte, já no sábado pela manhã levaram os fatos acontecidos ao cacique Joaquim Anselmo Apinajé.

Em depoimento a vítima contou ainda que Josivan apareceu na aldeia por voltas das 11h00min do mesmo sábado, conversou com o cacique  e em seguida com o pai de Odília, que chamou o esposo dela, e na conversa Josivan disse-lhes para fazerem nada, e que não tomassem nenhuma providencia acerca do ocorrido, que ele daria tudo que eles precisassem, que pagaria a ela o que ela pedisse, para que eles não colocassem seu nome em nenhum procedimento, porque poderia prejudicá-lo.

Segundo Odília contou no depoimento, Josivan levou o cacique naquele mesmo dia para a cidade de “Tocantinópolis”, não sabendo explicar os motivos.

Nossa equipe fez contato com o coordenador Técnico Josivan que ao perguntado sobre o ocorrido se mostrou surpreso com o fato e disse ainda que “a história não seria daquele jeito”. Perguntado ainda o porquê dele ter mudado o trajeto da viagem para aldeia optando passar pelo povoado Ribeirãozinho o mesmo nos informou de que foi por lá porque sua residência de morada fica nas proximidades da estrada que leva ao povoado no final da Vila Antonio Pereira, e que realmente os pneus do veículo estavam ruim, mostrando que já havia sanado o problema efetuando a troca dos pneus do carro.

Josivan disse ainda que tudo não passava de intriga de pessoas que não gostam dele, e que na segunda feira faria um Boletim de Ocorrência contra a denunciante e que nos procuraria para dar maiores explicações, fato este que não ocorreu até o fechamento desta matéria.

O ocorrido agora está nas mãos da justiça, tanto da promotoria como também da Funai. (Tocnoticias)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Obras na Maternidade e Centro de Parto Normal do Hospital Regional começam nesta segunda, 21

Publicado

em

Ainda na segunda-feira, 21, às 17 horas, o governador Mauro Carlesse visita o campus da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e assina a ordem de serviço para retomada imediata das obras do Hospital Regional de Augustinópolis, que é referência para 23 cidades da região do Bico do Papagaio, atendendo aproximadamente 203 mil habitantes.

A unidade que já recebeu obras de reforma em toda a estrutura e construção de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para Covid-19, agora contará com a ampliação da Maternidade e Centro de Parto Normal (CPN).

Atualmente o hospital conta com 109 leitos, incluindo os 10 de UTI. Com a maternidade, a Unidade passará a ter mais 46 leitos, sendo 20 de Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINa), 10 de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), seis no Centro Cirúrgico Obstétrico (salas de pré-parto, recuperação pós-anestésica e salas de partos); além de mais 10 leitos no Pronto Socorro, sendo oito de observação e dois de estabilização.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Governo dará início a revitalização de avenidas em Araguatins, Augustinópolis, Axixá e Ananás

Publicado

em

O governador Mauro Carlesse (PSL), assinará a Autorização de Serviço para início imediato das obras de reconstrução de pavimentação em perímetros urbanos de quatro municípios: Araguatins, Augustinópolis, Axixá e Ananás. A assinatura será na segunda-feira, às 11h10, em Augustinópolis.

As obras serão executadas pela Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto). As rodovias que terão seus perímetros urbanos reconstruídos e revitalizados são TO-010 em Araguatins (Avenida Araguaia), TO-201 em Augustinópolis (Avenida Goiás), TO-201 em Axixá (Avenida Elza Leal) e ainda na TO-210 o trecho que passa por Ananás (Avenida Betel e Brasil).

O Governador também dará ordem de serviço para a realização do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e elaboração do projeto básico e executivo para a implantação da pavimentação asfáltica da Rodovia TO-134, trecho entre Axixá e Jatobal. A assinatura está prevista para acontecer na terça-feira, 22, às 17 horas, no assentamento Santa Luzia, em Axixá. O trecho tem 27 km e irá tirar do isolamento a população da localidade. Além disso, as obras irão facilitar o escoamento da produção local. A previsão é de que sejam investidos aproximadamente R$ 32 milhões.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Carlesse cumpre agenda em municípios do Bico nesta segunda e terça

Publicado

em

Assinatura de ordem de serviço para obras de reconstrução de pavimentos urbanos e para retomada das obras do Hospital Regional de Augustinópolis, além de entrega de 1.750 cestas básicas a famílias em vulnerabilidade social e de 7.797 kits de alimentação para alunos da rede pública estadual. Essas são algumas das ações que compõem a agenda do governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, durante visita aos municípios da região do Bico do Papagaio, nestas segunda e terça-feira, 21 e 22.

“O sentimento que move esta gestão é melhorar a vida povo, gerando emprego e renda em todos os municípios. Vamos começar pelo Bico do Papagaio, retomando obras e iniciando outras nesses municípios, e ainda assinar contratos de empréstimos para darmos início à retomada da economia. Além disso, vamos levar alimento a quem tanto precisa nesse momento difícil que estamos passando. É importante que o povo saiba que o Estado não parou um minuto nessa pandemia e não tem medido esforços para realizar as ações que o Tocantins tanto precisa”, ressalta o Governador.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze