Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Cláudio garante que Réveillon será realizado e negativa de Licença é “fofoca” de assessor

Publicado

em

Procurado pelo webjornal Folha do Bico na tarde desta quinta-feira, 28, para comentar o fato da assessoria do deputado Rocha Miranda (PMDB), ter anunciado que a Prefeitura estaria negando a liberação da Licença de Interdição de Via Pública, para realização do Réveillon 2018, com a banda baiana Nanabanda, Cláudio Santana (PMDB), foi enfático na resposta. “Essa afirmação não passa de fofoca de assessor que quer mostra serviço para segurar emprego”.

Santana explicou que a decisão da Prefeitura de não realizar o evento se aplica a ela própria, pelo único e exclusivo fato de colocar as contas em ordem. “Imagine vocês, recebi uma gestão com salário de dezembro e 13º todo em atraso. Conseguimos no decorrer do ano quitar quase todas as duas folhas em atraso, fato que penalizou o nosso pagamento agora, e vamos virar o ano em débito com nossos servidores. Dentro dessa situação, eu gastar R$ 150 mil ou R$ 200 mil, com essa festa seria uma das injustiças mais brutais que estaríamos cometendo com os servidores, com o comércio local e com as pessoas. Nossa prioridade é quitar isso, resolver essa situação que não pode se arrastar. Cada centavo será economizado para regularizar essa situação. Não estamos em condições para investir em festas. Agora, quem está podendo e tiver a disponibilidade terá nosso apoio dentro daquilo que estiver a nosso alcance”, disse o gestor.

Cláudio ainda comentou, que tomou conhecimento da afirmação, que houve problemas para conseguir a Licença, por meio da imprensa. “Fiquei sabendo disso pela imprensa, ninguém me procurou, nem deputado, nem assessor. O que eles precisam saber é que em tudo existe horário, existe ordem. Já determinei apuração para saber se realmente houve essa dificuldade de atendimento no departamento responsável pela licença, se realmente for constatado isso, vamos tomar as providências para corrigir. Mas vir a público e dizer que mandamos negar a liberação, é de uma leviandade e falta de caráter que chega a assustar. Agora, pelo tamanho do evento, se a assessoria estava realmente com dificuldades, poderiam ter me procurado que determinaria a concessão da licença, assim como fazemos para todos que requerem”, falou.

“Para vocês terem uma ideia, o proprietário da banda falou comigo esta manhã, por telefone. Conversamos, ele é meu amigo. Porque eu atrapalharia? O próprio vocalista da banda, o Serginho, divulgou um áudio, publicado nas redes sociais e na imprensa, citando meu nome junto com o do Rocha e com do Léocadio. O deputado Rocha Miranda é da cidade, ele também é responsável, é um gestor público, o deputado da cidade. Está fazendo a parte dele e nós vamos colaborar. Fora disso é assessor fazendo “leva e traz”, gerando fofoca e especulação desnecessária. A festa vai acontecer, aí eu quero ver com que cara esse pessoal que divulgou essa afirmação mentirosa, tentando provocar intriga entre nossa gestão, o Rocha Miranda e a população, vão ficar”, pontou.

“Incrível que enquanto existe gente trabalhando para disseminar mentiras, nós estamos buscando melhoras para a cidade. Para vocês terem uma ideia, enquanto tinha gente tramando histórias para jogar a população contra o prefeito, eu estava na Caixa Econômica Federal assinando convênio de quase R$ 1 milhão para asfaltamento da Avenida Araguaia, dando ordem de serviço para recuperação de ruas encascalhadas na Vila Cidinha. Muitos ainda não esqueceram a eleição de 2016, estão movidos pela paixão. Não desceram do palanque. Esqueceram que a campanha dura apenas 60 dias”, finalizou o prefeito.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Segunda parcela do FPM é antecipada para sexta, 18. Valores continuam em alta

Publicado

em

Os valores do segundo decêndio de junho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) serão creditados nas contas das Prefeituras do Bico do Papagaio e restante do país, nesta sexta-feira (18).

O segundo decêndio de junho de 2021, comparado com o mesmo decêndio do ano anterior, apresentou um crescimento de 26,24% em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação. No acumulado deste mês, em relação ao mesmo período de 2020 o crescimento foi de 88,45%. O economista e especialista em Orçamento Público, César Lima, explicou os motivos desse crescimento.

“Ano passado, nessa época, estávamos com uma economia bem mais fechada, vários lockdowns mais abrangentes no Brasil. A atividade econômica realmente estava bem mais arrefecida. Esse ano já há uma melhoria na atividade econômica, e houve também o fator inflação, que pressionou bastante os preços.”


Mas segundo o especialista, os resultados referentes ao crescimento só poderão ser comprovados no próximo ano. “Nós só vamos conseguir comparar se houve um crescimento real da economia em 2022 (muito provavelmente já com uma população quase que completamente vacinada e uma normalidade da atividade econômica) com 2019, que é o período pré-pandemia. Por enquanto, 2020 e 2021 são pontos fora da curva, só que este ano apresenta uma melhora significativa em relação ao ano passado, por conta da atividade bem mais liberada em todos os estados”, explica. 

Os valores relativos ao fundo são pagos aos municípios a cada dez dias (10, 20 e 30) de todo mês. Como em junho a data cai no domingo, o repasse foi antecipado para o primeiro dia útil anterior. 

O dinheiro é creditado pelo Banco do Brasil S/A, que disponibiliza, na sua página na internet, os avisos referentes às distribuições decendiais das contas dos Fundos de Participação, com os lançamentos a crédito e débito.

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é a maneira como a União repassa verbas para os municípios brasileiros, cujo percentual, dentre outros fatores, é determinado principalmente pela proporção do número de habitantes.

Como é feito o cálculo do FPM?

O cálculo do FPM leva em conta um coeficiente, determinado com base na quantidade populacional de cada município, e o percentual de participação dos estados. Os coeficientes variam de 0,6 a 4,0.

Os municípios são divididos em três categorias: capitais, interior e reserva. As capitais dos estados e Brasília recebem 10% do FPM. Interior são os demais municípios brasileiros e representam 86,4% do FPM. Já os municípios de reserva são aqueles com população superior a 142.633 habitantes e recebem – além da participação como município de interior – uma cota adicional de 3,6% do fundo.

Continue lendo

Bico do Papagaio

BURITI: 15ª morte por Covid é confirmada pela SES

Publicado

em

Nesta terça, 17, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), confirmou o 15º óbito por Covid-19, em Buriti, no Bico do Papagaio.

A vítima é uma mulher, 30 anos, tendo como fator de risco uma gravidez complicada por Covid-19, puérpera. Ela faleceu no dia 4 de junho, no Hospital Materno Infantil de Imperatriz (MA).

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Evangelista repudia deboches de Aquiles e pede respeito às vítimas da Covid

Publicado

em

Antônio Evangelista (SD), foi o único vereador de Araguatins a se pronunciar sobre as declarações do prefeito Aquiles da Areia (PP), ironizando as mortes por Covid-19. Os demais parlamentares presentes ao evento aplaudiram as chacotas do prefeito e os que não compareceram, se calaram.

Para Evangelista, só quem perdeu sabe a dor que enfrenta e que todo cidadão tem o dever de se solidarizar. De Aquiles, o vereador exigiu coerência e decência.

Com a palavra vereador Antônio Evangelista:

O vereador de Araguatins, Antônio Evangelista (SD) repudia a fala do Prefeito Aquiles Pereira (PP), que ocorreu na manhã da última terça-feira, 15, durante a ordem de serviço da pavimentação asfáltica de ruas e avenidas de Araguatins.

Primeiramente nos solidarizamos com as famílias que perderam seus membros ao longo destes meses de pandemia e que só quem perdeu sabe a dor que enfrenta e nós como cidadãos desta cidade nos solidarizamos com os companheiros e amigos que diariamente perdem seus familiares na batalha contra o coronavírus.

Como comandante do executivo, o senhor Aquiles deveria tomar medidas cabíveis e agir com coerência e decência, algo que não vem fazendo e deixando nossa gente sofrer e padecer, pois não temos um Hospital para atendimento a casos graves e ficamos a depender das vagas do Hospital Regional de Augustinópolis, Araguaína, Palmas ou a rede particular de Imperatriz.

Temos que agir, cuidar da nossa gente e nos preocupar com as vidas, pois só quem perdeu um familiar sabe a dor e como é difícil, ainda mais no momento terrível que temos passado.

É hora do executivo, juntamente com seu Secretariado agir em harmonia com a Câmara Municipal e alinhar os pensamentos, e se for o caso ter estratégias rígidas para que se tenha resultados para coibir as aglomerações e a proliferação deste vírus.

Eu como parlamentar me coloco a disposição da minha comunidade e repudio veementemente toda e qualquer afronta contra a nossa gente e o que devemos fazer é cuidar da nossa gente.

Previna-se!

Cuide-se!

Use máscaras, álcool em gel e evite aglomerações!

Araguatins – Tocantins, 16 de junho de 2021

ANTÔNIO EVANGELISTA
Vereador – Solidariedade

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze