- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 17 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Armazenamento, comercialização e o uso de vacinas contra febre aftosa estão proibidos no Tocantins

Mais Lidas

Com a suspensão da vacinação contra a febre aftosa, o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) proibiu o armazenamento, a comercialização e o uso de vacinas contra febre aftosa no Tocantins, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal, conforme prevê a Portaria Mapa nº 574, de 31 de março de 2023. Essas unidades pertencem ao Bloco IV, do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa.

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) esclarece que, conforme o documento, no Tocantins a venda da vacina para produtores rurais está proibida. Entretanto, a manutenção e a comercialização do produto poderão ser autorizadas pela instituição, às lojas agropecuárias que forneçam para outros estados onde houver a vacinação regular de bovinos e bubalinos.

De acordo com o responsável técnico pelo Programa Estadual de Vigilância em Febre Aftosa, João Eduardo Pires, a Agência notificará as lojas agropecuárias do Estado, independentemente de comercializar vacinas. “Faremos um trabalho de conscientização para garantir o cumprimento das exigências. Com a suspensão da vacinação, produtores rurais, empresários e a sociedade em geral devem estar atentos aos procedimentos que surgirão a cada etapa desse avanço”, ressalta.

Para obter mais informações, os produtores rurais e empresários poderão entrar em contato pelo (63) 3218-2168 e/ou pelo 0800 063 11 22.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias