Connect with us

Bico do Papagaio

BURITI: Prefeitura proíbe consumo de bebidas alcoólicas em pontos comerciais e realização de eventos

Publicado

em

A Prefeitura de Buriti do Tocantins, na região do Bico do Papagaio, publicou um decreto com restrições para combater a pandemia de Covid-19 na cidade. O texto assinado pela prefeita Lucilene Gomes (SD) proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nos pontos comerciais da cidade e a realização de eventos.

Com uma população de 11.497, segundo o IBGE, Buriti do Tocantins registrou 309 casos de coronavírus e uma morte pela doença.

O uso de máscara permanece obrigatório em todos os pontos comerciais do município e aglomerações também seguem proibidas. Além desses pontos há várias restrições:

  • Pelos próximos 30 dias fica proibido o consumo de bebidas alcoólicas em restaurantes, lanchonetes, conveniências, bares, trailers, depósitos de bebidas e em qualquer lugar que comercialize lanches ou refeições.
  • Padarias e supermercados em que o próprio cliente pode pegar os pães e similares deverão suspender este serviço, disponibilizando funcionário para atendimento ou oferecer os alimentos embalados. Também poderão disponibilizar luvas descartáveis aos consumidores.
  • Os serviços de alimentação (restaurantes, pizzarias, lanchonetes e congeneres) deverão reduzir em 50% o uso de mesas pelos clientes dentro dos estabelecimentos. Também deverão manter a distância mínima de segurança de dois metros entre as mesas e só serão permitidas até quatro pessoas por mesa.
  • Hotéis e pousadas deverão repassar diariamente informações à vigilância epidemiológica, sobre dados pessoais de seus hóspedes, local de origem, data de chegada e previsão de partida;
  • Foram suspensas também atividades em clubes, boates, casas de espetáculos e casas de eventos, assim como a realização de eventos, reuniões ou atividades em que ultrapasse o número de cinco participantes.
  • As atividades religiosas poderão acontecer, mas desde que as medidas de segurança sejam cumpridas e respeitadas, com distanciamento, uso de máscara e disponibilização de álcool em gel.

O decreto está valendo e quem descumprir poderá ser penalizado. O valor inicial da multa é de R$1 mil, podendo chegar a R$ 2 mil em caso de reincidência.

Além de Buriti do Tocantins, outras cidades do estado também voltaram a endurecer as regras para evitar o aumento dos casos de Covid. Em Gurupi, no sul do estado, a prefeitura cancelou qualquer programação de Carnaval. Na região sudeste, Aurora do Tocantins fechou todos os atrativos turísticos pelas próximas semana. Também foram decretadas medidas em Paraíso do Tocantins. (G1)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Ocupação de UTI’s Covid no Bico seguem baixas. Internações clínicas sobem

Publicado

em

A taxa de ocupação dos leitos hospitalares nos Hospitais Regionais da região do Bico do Papagaio, experimentaram alta relevante na ala clínica na última semana. Os leitos clínicos estão disponibilizados no Regional de Augustinópolis e Xambioá.

Em Augustinópolis a taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 92% e em Xambioá 73%.

Os leitos de UTI, que estão todos em Augustinópolis, estão com ocupação de 50%, nesta segunda-feira, 26.

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Vacinação Covid para 30 anos começa nesta segunda, 26

Publicado

em

Começou nesta segunda, 26, a vacinação Covid para o público geral, a partir dos 30 anos, no município de Tocantinópolis, no Bico do Papagaio.

O horário de vacinação é até às 13h, nas Unidades Básicas de Saúde.

É importante levar o cartão SUS, cartão de vacinação e CPF.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Gestores têm novas orientações para gastos dos recursos da Lei Aldir Blanc

Publicado

em

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) publicou notas técnicas de orientação aos gestores das cidades para solicitação de recursos aos estados da Lei Aldir Blanc. 

Os municípios terão até o dia 31 de dezembro para investirem os recursos da Lei Aldir Blanc previstos para este ano. Além disso, os Estados foram autorizados a repassarem os recursos aos municípios que não solicitaram verbas da Lei Aldir Blanc para 2020 e o prazo para prestação de contas foi estendido até 2022. 


A Lei Aldir Blanc cria o auxílio financeiro ao setor cultural e apoia profissionais do setor cultural. Ao todo, mais de R$ 3 bilhões foram destinados aos estados e municípios e, a princípio, deveriam ser gastos até julho de 2021. 

As notas técnicas de orientação para uso e prestação de contas dos recursos da Lei Aldir Blanc está no site da CNM. 

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze