Connect with us

Bico do Papagaio

ITAGUATINS: Acusado de homicídio no PA é preso no Assentamento Reis

Publicado

em

Sem títuloApós a realização de investigações e monitoramento, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Itaguatins, prendeu no final da manhã desta terça-feira, 4, Elias Francisco dos Santos , vulgo “Gordo”, 55 anos de idade. O preso é acusado pela prática do crime de homicídio contra a vítima, Geraldo Osmar Cândido fato ocorrido no município de Senador José Porfírio-PA, no ano de 1991.

A prisão aconteceu em cumprimento a mandado de prisão Preventiva, via carta precatória Criminal expedida pelo Juízo Criminal da Comarca do município paraense. A operação policial civil, articulada pelo delegado regional, Carlos Alberto de Castro , contou com a participação de policiais civis das DP’s de Itaguatins, São Miguel, Sítio Novo e Axixá do Tocantins.

Segundo informações do Delegado Carlos Alberto, as equipes policiais efetuaram diligencias pelo projeto de Assentamento Reis, na zona rural de Itaguatins, onde localizaram e prenderam Elias Francisco que se encontrava em sua residência.

Em depoimento, “Gordo” relatou a autoridade policial que passou apenas cinco dias preso por ocasião do crime de homicídio que cometeu, mas conseguiu fugir da cadeia e há 22 anos vivia como foragido da justiça no Estado do Tocantins. Elias Francisco dos Santos foi encaminhado a Cadeia Pública de Augustinópolis onde aguardará transferência para a Comarca de Senador José Porfírio, no Pará. (Rogério Oliveira)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Mulher de 84 anos é a 31ª vítima da Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde, confirmou neste sábado, 16, a 31ª morte por Covid-19, no município de Araguatins, no Bico do Papagaio.

Com a confirmação, Araguatins segue na liderança no Bico do Papagaio em quantidade de mortes, seguido de Tocantinópolis e Ananás e na sétima posição em relação ao estado, atrás de Araguaína, Palmas, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso e Colinas.

A vítima confirmada neste sábado, morreu na terça, dia 12. Ela tinha 84 anos, era mulher e tinha diabetes e hipertensão.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Prefeitura tem novo horário de funcionamento

Publicado

em

Desde o último dia 4, a Prefeitura Municipal de Araguatins, no Bico do Papagaio, adotou um novo horário de atendimento ao público e serviços internos.

O atendimento ao público fico estabelecido como sendo das 7h30 às 11h30 e o serviço interno das 13h30 às 17h.

Deverão funcionar normalmente as unidades das Secretarias ou autarquias que exercem regime de plantão.

OBS: A matéria foi alterada após o Decreto ser corrigido. O anterior havia um erro de digitação do horário.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: MP recomenda que Prefeitura não demita aprovados em concurso como pediu TCE

Publicado

em

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da Promotoria de Justiça Itaguatins, expediu nesta quarta-feira, 13, Recomendação Administrativa ao prefeito de São Miguel do Tocantins, Alberto Loiola Gomes Moreira, para que se abstenha de exonerar ou demitir qualquer servidor aprovado no concurso público realizado no ano de 2016, tendo em vista que não foi confirmada a existência das irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE).

A recomendação também orienta que o gestor encaminhe ao TCE informações sobre a regularidade do concurso, especialmente as leis de criação de cargos e o quantitativo de vagas ofertadas no quadro do magistério, nível docência – professor II. 

Para a anulação, o TCE alega que o Município não apresentou as leis de criação de cargos e do quantitativos das vagas ofertas, situação que segundo o promotor de Justiça Elizon de Sousa Medrado, não procedem, já que todos os procedimentos foram adotados pela gestão da época e acompanhados pelo Ministério Público. 

“O concurso foi fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta proposto pelo Ministério Público, no qual constavam obrigações como a criação de cargos, encaminhamento do projeto de Lei para aprovação da Câmara Municipal e  o processo licitatório. O concurso foi realizado, as pessoas tomaram posse e não foi verificada nenhuma irregularidade”, salientou o promotor de Justiça.

O não atendimento da recomendação por parte do prefeito de São Miguel do Tocantins poderá ensejar o ajuizamento de ação judicial visando à anulação de eventuais atos de exoneração/demissão dos servidores concursados. (Denise Soares)

Continue lendo
publicidade Bronze