Connect with us

Bico do Papagaio

SAMPAIO: Furlan é condenado por uso de notas fiscais falsas

Publicado

em

1ª Escrivania Cível de Augustinópolis condenou mais um político do Bico do Papagaio, por má uso de dinheiro público. Desta vez foi Carlinhos Furlan, ex-prefeito de Sampaio.

O juiz Jefferson David Asevedo Ramos, acolheu denúncia do Ministério Público (MP), que apontou o uso de notas fiscais falsas para compra de bens, causando dano ao erário em mais de R$ 12 mil.

O fato é de 2011, quando, segundo o MP, Furlan em plena consciência do caráter ilícito do fato, teria desviado dinheiro público em proveito próprio, valendo-se da facilidade proporcionada pelo cargo de prefeito, o que resultou em lesão aos cofres públicos do município.

Carlinho Furlan foi condenado ao ressarcimento integral da quantia de R$ 12.658.65 (doze mil seiscentos e cinquenta e oito reais e sessenta e cinco centavos), incidindo juros e correção monetária, pelo INPC.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Candidatura de Rocha Miranda é aprovada pelo TRE

Publicado

em

Por 5 a 1 , a candidatura de Rocha Miranda (PTB), da coligação “De Volta ao Progresso”, foi aprovado pelo Plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na manhã desta quinta, 29.

Com a decisão, Rocha Miranda se torna apto a disputar a eleição.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: TRE não dá provimento a Recurso de Rocha e mantém aprovada candidatura de Cláudio

Publicado

em

O Plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), negou Recurso interposto pela Coligação “De Volta ao Progresso”, do candidato a prefeito Rocha Miranda (PTB), contra a decisão do juiz eleitoral, José Carlos Tajra Reis Junior, que reformou a primeira decisão de indeferimento de Cláudio Santana (MDB), da Coligação “Juntos por Araguatins” e aprovou o registro.

O Recurso Eleitoral questionava a Sentença que acolheu Embargos de Declaração com efeitos infringentes no Registro de Candidatura de Claudio Carneiro Santana, após a aprovação pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), da prestação de contas, que até então, estavam reprovadas e motivava a inelegibilidade.

Por unanimidade, os juízes não reconheceram o recurso de Rocha Miranda e mantiveram o deferimento da candidatura de Cláudio Santana.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Veja os números da Covid-19 desta quarta, 28

Publicado

em

Continue lendo
publicidade Bronze